Folha do ES
Seg, 17 de Jun

Home     Judiciário


Igreja Universal é condenada por esterilização de pastor

Igreja Universal é condenada por esterilização de pastor

Na decisão do último dia 7 de maio, a desembargadora Silvana Ariano disse que há a confirmação da “prática de imposição de vasectomia” pela Universal.

  Por Redação

  09.junho.2019 às 11:03

A Justiça do Trabalho condenou a Igreja Universal do Reino de Deus por forçar ex-pastores a fazerem vasectomia.

A prática, segundo contam ex-pastores nos processos, garante o ingresso, a permanência ou a ascensão nos quadros da igreja.

Ex-pastores acusam a Igreja Igreja Universal do Reino de Deus de forçar a fazerem vasectomia

© Divulgação Ex-pastores acusam a Igreja Igreja Universal do Reino de Deus de forçar a fazerem vasectomia

No caso mais recente, o TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo) impôs à Universal uma indenização de R$ 115 mil por danos morais e materiais ao ex-pastor Clarindo de Oliveira, 44.

Na decisão do último dia 7 de maio, a desembargadora Silvana Ariano disse que há a confirmação da “prática de imposição de vasectomia” pela Universal.

Segundo a magistrada, a prática “se constitui em grave violação ao direito do trabalhador ao livre controle sobre seu corpo e em indevida intromissão do empregador na vida do trabalhador”.


Fonte: FolhaPress

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.