Folha do ES
Sáb, 17 de Ago

Home   Polícia     Brasil


Vizinhos relatam 'gritos de desespero' em casa onde garota torturou e matou irmão de 5 anos

Vizinhos relatam 'gritos de desespero' em casa onde garota torturou e matou irmão de 5 anos

Menino teve o pênis decepado, os olhos furados e estava cercado por velas. Suspeita está em uma cela isolada na Penitenciária Feminina de Votorantim (SP).

  Por Redaçao

  06.abril.2019 às 18:50

Vizinhos da casa onde uma jovem foi presa suspeita de matar e torturar o irmão de 5 anos relataram que ouviram "gritos de desespero" da mãe na noite do crime, cometido na quinta-feira (4), no bairro Gabriel Pizza, em São Roque (SP).

De acordo com a Polícia Civil, Karina Aparecida da Silva Roque, de 18 anos, matou o irmão Maycon Aparecido da Silva Roque asfixiado com um travesseiro.

Depois, a jovem fez cortes pelo corpo do garoto, queimou algumas partes e furou os olhos dele. Ela ainda decepou o pênis do irmão e disse aos policiais que ingeriu o órgão.

Uma mulher que diz morar ao lado da casa da família fez um comentário sobre o assunto em sua conta no Facebook. "Triste ouvir os gritos de desespero da mãe", contou.

Outros vizinhos confirmaram a versão postada da rede social e disseram à TV TEM que houve muita gritaria e desespero após o crime. Contudo, relataram que antes disso nunca tinham ouvido nada na casa.

Ainda segundo moradores do bairro, que dizem conhecer a família, a mãe morava sozinha com os filhos e a família era "muito reservada".

Além disso, de acordo com os relatos, Karina era uma jovem fechada e calada, mas nunca foram ouvidos gritos ou brigas na residência.

Outros moradores contaram também para a reportagem da TV TEM que o pai de Maycon era muito presente e sempre levava o menino para passear, e que era comum a mãe deixar o menino aos cuidados da irmã mais velha.

A família foi procurada pela reportagem, mas afirmou que "a mãe não tem condições de falar". Ninguém quis comentar o caso.

Enterro e prisão

O corpo de Maycon Aparecido da Silva Roque precisou ser levado ao Instituto Médico Legal de Sorocaba (SP) para passar por uma perícia. Ele foi velado e enterrado na sexta-feira (5) no Cemitério da Paz, na Vila Junqueira, em São Roque.

Karina Roque confessou o crime à Polícia Civil. Ela passou por uma audiência de custódia e foi levada à Penitenciária Feminina de Votorantim (SP).

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), a jovem está isolada em cela de inclusão a fim de resguardar sua integridade física.

O caso foi registrado na delegacia de São Roque. A polícia informou que Karina ainda queimou o celular, que deve passar por perícia técnica.

Crime

O caso foi descoberto quando a mãe dos irmãos chegou em casa e foi impedida de entrar. A mulher chamou um cunhado, que arrombou a porta, encontrando o menino morto com sinais de tortura na casa e cercado por velas.

A suspeita foi contida pelo tio, que acabou atingido por uma pedrada. A polícia foi chamada e a jovem foi detida.

Ela vai responder por homicídio qualificado consumado pela morte do irmão, tentativa de homicídio do tio e maus-tratos, porque chegou a morder o cão da família, que avançou nela enquanto era rendida pelo parente.


Fonte: G 1

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.