Folha do ES
Qui, 28 de Mai
Cofril 02

Home   Polícia     Brasil


Homem é preso após se passar por ‘Sugar Daddy’, filmar vídeos íntimos e extorquir mulheres

Homem é preso após se passar por ‘Sugar Daddy’, filmar vídeos íntimos e extorquir mulheres

Homem ameaçava divulgar vídeos íntimos de mulheres

  Por João Machado

  20.maio.2020 às 19:04

A PCMG (Polícia Civil de Minas Gerais) prendeu em flagrante, pelo crime de extorsão, um homem de 26 anos, nessa segunda-feira (18), no bairro Belvedere, na região Centro-Sul. Ele foi detido em frente a um shopping, quando a vítima iria entregar valores para não ter seus vídeos publicados.

“Essa ação foi realizada após uma investigação inteligente, cirúrgica, que culminou na prisão em flagrante do suspeito e na apreensão de R$ 3 mil que foi pago pela vítima”, contou o delegado Wagner Sales.

Ainda de acordo com Sales, o investigado utilizava as redes sociais para captar as vítimas. “O suspeito, que possui formação acadêmica, situação financeira estável e um bom emprego, se apresentava em sites de relacionamento como um Sugar Dady: homem maduro, rico e bem-sucedido, que se relaciona com mulheres jovens e atraentes patrocinando um estilo de vida luxuoso”, explicou.

Esquema

Conforme o delegado Vinícius Dias, que coordenou as investigações, com intuito de obter vantagem, o suspeito ameaçava expor vídeos das relações sexuais com as vítimas (obtidos sem consentimento) em troca de dinheiro.

“O investigado, através de sites de relacionamento, angariava as vítimas e solicitava que elas viajassem para outro estado para, posteriormente, manter relações sexuais em troca de vantagem econômica. As relações eram gravadas. Após isso, ele simulava agendamentos de pagamentos na conta corrente das vítimas e, quando elas voltavam ao seu Estado de origem, percebiam que o pagamento não havia acontecido”, destacou Dias.

A partir desse momento, segundo o delegado, o suspeito passava a extorquir as vítimas. “De posse dos vídeos, o suspeito passava a exigir valores entre R$ 5 mil a R$ 10 mil, e até mesmo novos vídeos íntimos da mesma, para não divulgar as imagens em redes sociais e para familiares das mulheres”, ressaltou .

As investigações continuam, uma vez que existem informações de que ele tenha feito outras vítimas também na região Centro-Sul da capital.


Fonte: BHAZ

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.