Folha do ES
Dom, 25 de Out

Home   Polícia     Brasil


Modelo morre durante a gravação de clipe de funk

Modelo morre durante a gravação de clipe de funk

Gravação do clipe aconteceu em SP

  Por Redação

  25.setembro.2020 às 10:28

A modelo e dançarina Júlia Melo Carlota, de 21 anos, morreu durante a gravação de um clipe de funk em Poá, cidade da Região Metropolitana de São Paulo, na tarde de domingo, dia 20. A jovem passou mal e caiu entre as demais dançarinas que participaram do vídeo dos MC´s Tiger e 2B da ZL. Ela foi socorrida, mas chegou sem vida ao hospital. A Polícia Civil de São Paulo investiga a causa da morte, que ainda é um mistério.

Segundo as investigações, ela morreu por volta das 17h de domingo. De acordo com familiares da vítima, a jovem saiu de casa e disse que iria para uma festa realizar a gravação de um clipe musical. Horas após a modelo ter passado mal, os parentes foram informados que a menina teve um mal súbito no palco em que realizava uma apresentação de dança.

A jovem foi socorrida ao Hospital Santa Maria, em Suzano, onde a morte foi atestada. Ainda segundo a Polícia Civil, a perícia foi solicitada ao Instituto Médico Legal (IML) e o caso, registrado como morte suspeita (morte súbita) pela Delegacia de Suzano. Ainda segundo a polícia, as diligências prosseguem para esclarecer os fatos.

Por mensagem, MC 2b da ZL afirmou que já entrou em contato com os familiares da vítima, que tinha filhos gêmeos, de 2 anos. Júlia já havia feito outros clipes do músico, que a convidou para participar da última gravação.

— Estou aguardando o laudo da certidão de óbito para me expressar. Estou de luto, não quero falar sobre o assunto. Já estou conversando com os familiares — diz.

Últimas imagens de jovem

Em suas redes sociais, o funkeiro publicou um vídeo dos últimos momentos na qual Júlia aparece viva e com outras duas mulheres em um carro, uma delas a noiva do músico, Bruna Sabatini. Foi horas antes de ela morrer durante a gravação do clipe. No perfil no Instagram ele escreveu:

"Momentos antes estávamos todos sorrindo. Sinto muito sua falta", escreveu o funkeiro no Instagram.

Uma das amigas de infância de Júlia, Kaylane Alves, comentou a postagem do funkeiro e disse que a família está abalada. Os parentes da modelo são de Cidade Tiradentes, que é um distrito do município de São Paulo.

"Difícil acreditar que uma menina que viveu comigo a minha infância toda se foi. A família e a irmã mais nova estão muito abalados, e principalmente nós, que passamos a infância toda perto dela! Que ela descanse em paz", escreveu a amiga.

Já no Youtube, em um vídeo de cerca de 16 minutos publicado nesta quinta-feira, dia 24, para ele dar a sua versão sobre o assunto. MC 2b da ZL diz que o laudo com a causa da morte deve sair em 28 dias. Também disse que consumiu três latas de energéticos e que "o que aconteceu com a modelo poderia ter acontecido com ele e outras pessoas".


"Sempre foi feliz e alegre, ela sempre trouxe alegria e felicidade para gente. Eu chamei ela para o videoclipe. Mas o que aconteceu com a Júlia poderia ter acontecido com qualquer um aqui. Falei com a mãe dela que eu tomei três latas de energético. Entrei em contato com a família e disse que prestei os primeiros socorros. Não houve omissão, enquanto eu ligava para Samu, outras pessoas colocaram ela dentro do carro e levaram para o hospital. Infelizmente, não deu tempo de socorrer ela. Poderia ter acontecido com qualquer um, mas foi no dia da gravação do clipe. Ela estava lá e caiu, ninguém sabe a causa da morte, não podemos falar que foram drogas, bebida, maconha... A única coisa que pode dizer isso é o laudo, que ficará pronto dentro de 28 dias. Vamos aguardar e observar os fatos e a verdade", diz.


Fonte: Extra - Marjoriê Cristine

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.