Folha do ES
Seg, 25 de Jan
Cofril

Home   Polícia     Brasil


O novo crime de Flordelis

O novo crime de Flordelis

Segundo foi amplamente divulgado esse fim de semana pela midia, Flordelis usou mais de R$93 mil do CEAP (Conta para Exercício da Atividade Parlamentar), para pagar a uma empresa que gerencia suas redes sociais.

  Por Redação

  25.novembro.2020 às 11:45Atualizado em 25.novembro.2020 às 12:50

Depois de ser acusada de mandar matar o marido, o pastor Anderson do Carmo, a deputada federal, cantora gospel, pastora, atriz e mãe de 55, Flordelis, agora também é acusada de usar dinheiro público para pagar a uma empresa que aparentemente não presta o serviço.

Segundo foi amplamente divulgado esse fim de semana pela mídia, Flordelis usou mais de R$93 mil do CEAP (Conta para Exercício da Atividade Parlamentar), para pagar a uma empresa que gerencia suas redes sociais.

Segundo levantamento, as redes sociais cujo a empresa gerencia, além de não ter seguidores ou ter muito pouco, não possui qualquer publicação.

A empresa em questão é a G3 Propaganda, cujo sócio administrador é Pedro Gerolimich, que até o mês de agosto era superintendente de Leitura e Conhecimento da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro. O contrato foi feito com a cota parlamentar de Flordelis de março a outubro desse ano.


Fonte: Fuxico Gospel

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.