Folha do ES
Dom, 28 de Fev

Home   Polícia     Brasil


Bandidos usaram menino de 7 anos como escudo durante confronto, diz PM

Bandidos usaram menino de 7 anos como escudo durante confronto, diz PM

Rafael Capela, que acabou sendo atingido na perna por um dos disparos, e o pai foram feitos de reféns pelo bando em Vicente de Carvalho, na zona norte da cidade

  Por Leandro Bettecher

  13.janeiro.2021 às 08:44

Um menino de 7 anos foi baleado na perna durante um confronto entre PMs e bandidos em Vicente de Carvalho , na Zona Norte do Rio. Segundo a Polícia Militar, após atacarem os agentes, os criminosos pararam o carro em que estavam Rafael Capela e o pai, Flávio Miranda, e os fizeram reféns. De acordo com testemunhas, a criança foi usada como escudo pelo bando, que tentou se proteger atrás dela.

Rafael foi baleado na manhã desta terça-feira (12) durante um confronto entre policiais do 9º BPM (Rocha Miranda) e bandidos num dos acessos ao Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte do Rio . O menino foi levado em estado grave para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, também na Zona Norte. No tiroteio, um suspeito morreu, outro foi preso, e houve apreensão de uma arma.

Durante a tarde desta terça-feira, o pai de Rafael , Flávio Miranda, publicou um vídeo nas redes pedindo sangue para o filho, que precisa de transfusão. Não há restrição do tipo sanguíneo, e a doação pode ser feita no Hemorio, na Rua Frei Caneca, no Centro, indicando o nome de Rafael.

De acordo com a Polícia Militar , o confronto começou após bandidos atacarem a tiros a equipe do batalhão de Rocha Miranda que reforçava o patrulhamento na região. Havia uma operação no Morro da Serrinha, em Madureira, que fica atrás do Juramento, e os PMs foram posicionados para evitar uma possível fuga de bandidos.


Fonte: IG Último segundo

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.