Folha do ES
Seg, 30 de Mar

Home   Polícia     Espírito Santo


Pescador encontra corpos de jovens desaparecidos presos em rede de pesca no ES

Pescador encontra corpos de jovens desaparecidos presos em rede de pesca no ES

Carlos Eduardo Santos e Marcos Davi haviam sido registrados como desaparecidos. Eles tinham marcas de tiros na cabeça. Ninguém foi preso ainda e o caso está sendo investigado.

  Por Redação

  16.fevereiro.2020 às 09:35

Os corpos de dois jovens, de 18 e 21 anos, foram encontrados por um pescador no momento em que ele puxou a rede de pesca de camarão, na madrugada deste sábado (15), em um canal perto do bairro Porto de Santana, em Cariacica. Carlos Eduardo Santos e Marcos Davi haviam sido registrados como desaparecidos. Eles tinham marcas de tiros na cabeça. Ninguém foi preso ainda e o caso está sendo investigado.

O pescador contou que estava pescando próximo a uma ilha, no canal, quando percebeu que algo havia agarrado na rede tipo balão, ideal para a pesca de camarão. Ele estranhou quando começou a puxar, porque era muito pesado.

Quando viu os corpos acionou a polícia. Mais tarde, descobriram que se tratava dos corpos de dois jovens que haviam sido registrados como desaparecidos.

Desaparecimento

Parentes dos jovens estiveram no local e disseram que eles saíram de Vila Velha na última quinta-feira (13) com um grupo de amigos. Essa foi a última vez que eles foram vistos pela família.

Eles disseram que ia para o bairro Vila Prudêncio, que fica em Cariacica, próximo da região onde os corpos foram encontrados. O que foi informado às famílias foi que os jovens estavam com outros dois colegas em um táxi, seguindo para o destino, mas criminosos armados pararam o veículos durante o trajeto e mandaram todos descerem.

Uma tia de Carlos Eduardo contou que ninguém sabe ainda a motivação do crime e também não há informações de suspeitos.

O que os parentes sabem foi contado pelos dois rapazes que sobreviveram. Eles disseram que conseguiram se esconder em uma casa.

"Tava o Carlos, mais dois meninos, o Davi e o taxista. Falaram que abordaram eles, não sabemos quem era, falando pra eles descerem do carro e a gente não sabe do resto. Ninguém sabe o motivo de Carlos e Davi terem morrido", falou a tia.

A Polícia Civil informou que os dois jovens que morreram tinham passagens pela polícia e que Carlos Eduardo tinha ainda um mandado de prisão em aberto. O crime está sendo investigado.


Fonte: G1 ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.