Folha do ES
Qua, 8 de Abr
HECI Páscoa

Home   Polícia     Espírito Santo


PC indicia empresário que divulgou vídeo falso de contaminação por Coronavírus

PC indicia empresário que divulgou vídeo falso de contaminação por Coronavírus

Vídeo circulou pelas redes sociais e provocou alarde entre capixabas

  Por Redação

  26.março.2020 às 18:48

A Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC) indiciou um empresário, morador da Grande Vitória, por provocar alarde e tumulto divulgando falsas informações, por meio das redes sociais. O caso chegou ao conhecimento da DRCC na sexta-feira passada (20) e a conclusão do inquérito foi divulgada nesta quinta-feira (26), em entrevista coletiva.

O titular da DRCC, delegado Brenno Andrade, afirmou que, ao receber o vídeo, chegou a ficar comovido com o relato do empresário, mas depois decidiu apurar o caso. Acabou comprovado que o homem não estava contaminado com o coronavírus, mas tinha uma síndrome respiratória aguda e alarmou a população capixaba ao divulgar um vídeo com quase nove minutos de duração, falando sobre a doença.

“É importante frisar que não é mérito da polícia verificar o problema respiratório dele, mas sim verificar se a conduta dele estava infringindo algum artigo do Código Penal. E realmente estava, o artigo 41 da Lei de Contravenções Penais, que é causar alarma, pânico ou túmulo. O vídeo viralizou, várias pessoas tiveram acesso ao conteúdo e comprovou-se depois que ele não estava infectado”, explicou o delegado.

A pena prevista para este tipo de infração é de 15 dias a seis meses de detenção e multa. Desta forma, o indiciado responderá em liberdade ao processo. A DRCC tem recebido várias denúncias de fake news relacionadas à pandemia de Coronavírus, circulando em aplicativos de mensagens, principalmente.

“Nós pedimos que não cliquem em links recebidos e tenham cuidado com as falsas mensagens. Caso tenha dúvidas, procurem as fontes de informações governamentais oficiais ou a grande mídia. Fora isso, desconfie, pois você poderá ser vítima de uma informação falsa circulando em meio virtual”, orientou o delegado.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, determinou que casos como este sejam firmemente investigados

A população pode ajudar a inibir este tipo de ação, denunciando pelos canais disponibilizados pela polícia. Denúncias anônimas podem ser encaminhadas pelo Disque-Denúncia 181, que também tem um site, pelo qual é possível enviar fotos e vídeos, o disquedenuncia181.es.gov.br. Já Boletins de Ocorrência podem ser registrados pela Delegacia Online, no endereço delegaciaonline.sesp.es.gov.br.


Fonte: PCES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.