Folha do ES
Dom, 9 de Mai
Receitas

Home   Polícia     Espírito Santo


Quadrilha conseguia informações na internet e invadia condomínios de luxo no ES

Quadrilha conseguia informações na internet e invadia condomínios de luxo no ES

Criminosos invadiram um condomínio na Enseada do Suá, em Vitória, e feriram uma grávida. Um dos assaltantes foi preso.

  Por Raphael Gomes

  17.abril.2021 às 10:23

Assaltantes com informações privilegiadas das vítimas, descobertas em sites internacionais. Assim agia uma quadrilha especializada em assaltos a apartamentos de luxo que invadiu um condomínio na Enseada do Suá, em Vitória, e feriu uma grávida.

O crime aconteceu em março e um assaltante foi preso em São Paulo na última semana.

O preso de 22 anos, Maurício Gomes Oliveira, chegou ao Espírito Santo na última quinta-feira (15). À polícia, ele confessou que invadiu o apartamento onde estava a grávida. Para isso, se aproveitou de uma falha de segurança, e entrou sem ser percebido, uma tática já conhecida pela Polícia Civil capixaba e de outros estados.

“Trata-se de uma organização criminosa que age em todo o Espírito Santo e no país. Com informações privilegiadas dos moradores, se utilizam da falha de segurança do condomínio. O porteiro sem fazer contato já permite a entrada”, disse o delegado Gabriel Monteiro.

Essas informações privilegiadas são obtidas através da internet. De acordo com o delegado-chefe da Polícia Civil, com dados como nome e telefone, a quadrilha conseguia escolher as vítimas e planejar a ação.


Câmera de segurança registrou imagem do criminoso que invadiu apartamento e agrediu grávida em Vitória — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Câmera de segurança registrou imagem do criminoso que invadiu apartamento e agrediu grávida em Vitória


"Anteriormente utilizavam-se de informações a privilegiadas através de pessoas que prestavam serviço. Hoje eles usam a tecnologia. Consultam dados em sites fora do país e escolhem as suas vítimas por nacionalidade, gostam de portugueses, árabes, judeus”, explicou o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.

Com informações desse tipo, o homem preso e os dois comparsas tinham escolhido outros alvos quando chegaram ao condomínio da Enseada do Suá, mas alguns imprevistos atrapalharam o plano dos criminosos e por isso um deles decidiu ir até a cobertura, onde acabou encontrando a grávida.

“Eles chegam nesse carro roubado em São Paulo, em três pessoas. Uma passa pelo porteiro, está bem vestida, é a falha de segurança. Outro entra numa torre errada e esse procura seus alvos específicos no prédio. Um era árabe, um judeu e outro português. O indivíduo do lado de fora faz ligações para os apartamentos alvos, e o que entrou fica na porta ouvindo se alguém vai atender ou não. Quando atende, ele descarta a possibilidade de entrar no apartamento. Não havendo ninguém, eles arrombam, e levam joias e dinheiro. Nesse dia, frustrado porque não conseguiram adentrar nenhum dos três alvos, que atenderam a porta, para não perder a viagem, ele vai para cobertura. Chama por telefone, companhia, arrombou e entrou. Achou a grávida, que gritou”, contou o delegado Gianno Trindade.

O crime aconteceu no dia 12 de marco. Na ocasião, o criminoso usou uma chave de fenda para arrombar o apartamento. Segundo a polícia, normalmente não há violência nesse tipo de crime, porque os assaltantes miram apartamentos vazios. Mas naquele dia, ao se deparar com a moradora, o criminoso usou a chave de fenda para machuca-lá.

Depois, os criminosos fugiram com o carro roubado, cerca de R$ 100 mil joias e R$ 3 mil em dinheiro.

O preso tem quatro passagens por furto e uma por roubo. Ele foi reconhecido pelas vítimas. Os outros dois estão sendo procurados.


Fonte: G1 ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.