Folha do ES
Qua, 22 de Mai

Home   Polícia     Mundo


Médico mata, desmembra e cozinha mulher ao saber que ela é transexual

Médico mata, desmembra e cozinha mulher ao saber que ela é transexual

O assassino desmembrou a jovem para tentar encobrir o crime de homicídio

  Por Redação

  23.abril.2019 às 17:49

Um crime bárbaro chocou os moradores da cidade de Kursk, Rússia. O médico Mikhail Tiknov, 27 anos, matou, desmembrou e cozinhou parte do corpo de Nina Surgutskaya, 25, após descobrir, na hora do sexo, que ela era transexual.

Segundo informações da polícia, os dois saíram à noite e, logo depois, foram para o apartamento dele.

Durante o atual sexual, ele percebeu que Nina tinha passado uma cirurgia de mudança de sexo. Neste momento, ele começou a estrangular a jovem.

Para encobrir o crime, desmembrou o corpo, segundo depoimento à polícia revelado pelo Daily Mail. O assassino deu descarga em algumas partes e levou outras ao forno para tirar o excesso de líquido.

A polícia prendeu o médico ao encontrar partes do corpo em uma lixeira. “Ele não teve tempo para se livrar de todas as partes e foi pego”, contou um policial à reportagem. Mikhail foi preso acusado de homicídio e mutilação.

Se condenado pela leis da Rússia, ele pode pegar mais de 20 anos de prisão.


Fonte: Metrópoles

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.