Folha do ES
Qua, 1 de Abr

Home   Polícia     Mundo


Médico que passou cocaína no pênis e matou a amante é condenado

Médico que passou cocaína no pênis e matou a amante é condenado

Ele ficará preso por 9 anos acusado de estupro e lesões corporais graves, que levaram à morte

  Por Redação

  31.janeiro.2020 às 19:17

Justiça da Alemanha condenou o médico Andreas David Niederbichle, 43 anos, por matar a amante acidentalmente após colocar cocaína no pênis e ter relações sexuais com ela. Segundo o tribunal, ele ficará preso por 9 anos acusado de estupro e lesões corporais graves, que levaram à morte.

Na época do crime, depois de passar cocaína no pênis, a cabeleireira Yvonne M. fez sexo oral nele e começou a sentir falta de ar. Logo em seguida, desmaiou e morreu. A autópsia mostrou que a causa da morte foi overdose de cocaína.


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.