Folha do ES
Ter, 17 de Set
NOTA FISCAL SETEMBRO KENNEDY

Home     Polícia


Filha de pedreiro morto por estupro de menor no ES diz que também foi abusada pelo pai

Filha de pedreiro morto por estupro de menor no ES diz que também foi abusada pelo pai

Na postagem, Luana disse que foi abusada várias vezes pelo pai e que precisou fazer tratamento contra depressão.

  Por Redação

  09.agosto.2019 às 13:41Atualizado em 09.agosto.2019 às 14:04

Luana dos Santos Bandeira, 23 anos, filha do pedreiro Aloísio da Silva Bandeira, 43, executado na última terça, 6, em Novo Horizonte, na Serra, revelou por meio das redes sociais que já foi abusada pelo pai.

Ela, que segundo a polícia, deletou a mensagem pouco depois, falou que o crime aconteceu há muitos anos e que tinha medo de contar para a mãe.

Isso muda a linha de investigação da PC que seguia pelo crime de latrocínio mesmo o autor do assassinato ter confessado que cometeu o crime porque a filha dele teria sido estuprada pelo homem morto.

Na postagem, Luana disse que foi abusada várias vezes pelo pai e que precisou fazer tratamento contra depressão.

Ela contou que os abusos aconteceram dos 3 anos de idade até os 10 anos. Por conta da repercussão, a filha apagou a postagem.

O crime

O pedreiro Aloísio da Silva Bandeira, de 43 anos, foi assassinado a caminho do trabalho na manhã da última terça-feira (06), na Rua Canário, em Novo Horizonte, na Serra.

Ele foi morto a poucos metros de casa. Inicialmente, a polícia acreditava que o crime fosse um latrocínio, roubo seguido de morte.

O atirador chegou de moto e levou uma mochila da vítima com dois celulares. O homem deixa dois filhos.


Fonte: G1

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.