Folha do ES
Seg, 28 de Nov

Home   Política     Brasil


Bolsonaro sobre ter recebido auxílio-moradia: “Imoral, mas não ilegal”

Bolsonaro sobre ter recebido auxílio-moradia: “Imoral, mas não ilegal”

Presidente tem imóvel próprio em Brasília. Ele ressaltou que apesar de decisão ter "entrado na imoralidade", sua atitude não foi ilegal

  Por Redação

  09.agosto.2022 às 09:32

O presidente Jair Bolsonaro (PL) admitiu nesta segunda-feira (8/8) que foi “imoral, mas não ilegal” ter recebido auxílio-moradia na época que era deputado federal, mesmo tendo apartamento em Brasília. A declaração foi feita durante participação no programa digital “Flow Podcast”.

“Eu recebi auxílio-moradia, sim. Não é ilegal. Pode ser imoral, mas eu vivia do meu salário, tinha as minhas despesas. […] Entra na imoralidade, mas fiz isso”, afirmou.

Bolsonaro se elegeu deputado federal em 1991 e recebeu auxílio-moradia entre 1995 e 2018. Em 2000, o então parlamentar comprou um apartamento de 75 m² no Sudoeste, bairro nobre de Brasília.

Em janeiro de 2018, quando questionado se teria utilizado os recursos do benefício para a comprar do imóvel no Sudoeste, Bolsonaro disse, em tom irritado, que tinha usado o dinheiro para “comer gente”. Na ocasião, o deputado disse que pediria para ocupar um dos apartamentos funcionais da Câmara para abrir mão dos recursos que recebia.

Nesta segunda, o presidente disse que se arrepende da declaração. “Lógico que falei merda”, afirmou. Segundo ele, na época, a primeira-dama Michelle Bolsonaro foi quem “comeu” ele ao reclamar da fala do marido. “Ela que me comeu aquele dia com olhos, esporro, mijada. [Ela disse:] Como é que você fala um negócio desse?”. Ela tem razão. Aloprei”, disse.


Fonte: Metrópoles

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.