Folha do ES
Qua, 8 de Abr
HECI Páscoa

Home   Política     Brasil


PSOL denuncia Bolsonaro à ONU e OMS por colocar saúde da população em risco

PSOL denuncia Bolsonaro à ONU e OMS por colocar saúde da população em risco

O presidente descumpriu monitoramento do coronavírus e participou das manifestações pró-governo deste domingo

  Por Redação

  16.março.2020 às 10:10Atualizado em 16.março.2020 às 13:51

A bancada do PSOL na Câmara dos Deputados irá denunciar o presidente Jair Bolsonaro às Nações Unidas e à Organização Mundial da Saúde. O grupo estima que o chefe-de-estado violou suas obrigações de proteger a população ao incentivar as manifestações no domingo e de ter, pessoalmente, participado de uma delas.

A denúncia será enviada ao diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, e ao Relator Especial da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o direito a saúde, Dainius Puras.

A esperança é de que as duas organizações cobrem respostas do governo brasileiro diante da atitude do presidente.

No início do texto, a agência de Saúde alerta: "eventos de massa são altamente visíveis com o potencial de graves consequências para a saúde pública, se não forem planejados e geridos com cuidado". "Existem amplas evidências de que as reuniões de massa podem amplificar a propagação de doenças infecciosas. A transmissão de infecções respiratórias, incluindo a gripe, tem sido frequentemente associada a reuniões de massa", explica a OMS.

"Tais infecções podem ser transmitidas durante uma reunião de massa, durante o trânsito de e para o evento, e nas comunidades de origem dos participantes no seu regresso".


Fonte: Uol Noticias

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.