Folha do ES
Qui, 28 de Mai
Cofril 02

Home   Política     Brasil


Bolsonaro posta vídeo e gera especulação sobre demissão de Regina Duarte

Bolsonaro posta vídeo e gera especulação sobre demissão de Regina Duarte

Ator e apresentador carioca, que nunca escondeu sua admiração pelo presidente, estaria entre os cotados para substituir Regina Duarte

  Por João Machado

  19.maio.2020 às 16:28Atualizado em 19.maio.2020 às 16:53

Pelo visto Regina Duarte não está tão firme no posto de secretária especial da Cultura. Na manhã desta terça (19), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) compartilhou o trecho de uma entrevista concedida pelo ator e apresentador Mário Frias à CNN Brasil no dia 6 de maio, quando o nome de Regina Duarte vinha sendo apontado como iminente queda no governo.

Na época, o nome do próprio Mário e do colega Humberto Martins, que nunca esconderam a admiração por Bolsonaro, começaram a ser apontados como possíveis substitutos de Regina.

No vídeo publicado por Bolsonaro em suas redes sociais, Mário Frias elogia o presidente e demonstra admiração por Regina Duarte. Aliás, ele, que atualmente apresenta um programa de viagens na Rede TV!, foi um dos poucos artistas a comparecer na posse da atriz. Quando perguntado se estaria sendo cotado para substituir a Secretaria de Cultura, ele dá uma risada e diz que receberia o convite com entusiasmo.

Assista ao vídeo completo

"Olha só, para ser bem direto para o Jair: para o que ele precisar, estou aqui. Torço demais pela Regina. Ela é um ícone para mim, uma pessoa que mexeu no meu coração. Amo você, Regina! Sou seu fã" afirmou o ator. "Mas pelo Brasil, estou aqui. Se for preciso, não vou correr disso. Respeito o Jair demais. Vejo o Brasil com chance de finalmente ser um país respeitado, digno, honesto, com uma democracia forte e consolidada".

Incertezas

Desde que assumiu, a ex-global tem enfrentado um clima de incertezas e instabilidade dentro do governo. O mais recente desafio envolveu a recondução momentânea, à sua revelia, de Dante Mantovani à Funarte. No mesmo dia, Mantovani foi exonerado.

Numa conversa com uma assessora, a "eterna namoradinha do Brasil" declarou que achava que estava sendo dispensada pelo governo. No entanto, após um almoço com Jair Bolsonaro em Brasília, os ânimos parecem ter se acalmado. É aguardar os próximos capítulos.


Fonte: O Tempo

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.