Folha do ES
Dom, 14 de Ago
32 ANOS DA FOLHA DO ES

Home   Política     Brasil


Ministério Público vê arbítrio e cobra filiação de atriz pornô ao PT

Ministério Público vê arbítrio e cobra filiação de atriz pornô ao PT

Direito foi adquirido após ação na Justiça Eleitoral

  Por Redação

  22.junho.2022 às 14:17

O Ministério Público Eleitoral (MPE) deu parecer favorável à confirmação da liminar expedida pela Justiça Eleitoral que reconhece a filiação da atriz pornô Esther Caroline, conhecida como Tigresa Vip, ao PT (Partido dos Trabalhadores).

É citado que o PT agiu ilegalmente ao invalidar a filiação da atriz pornô sem garantir qualquer manifestação de defesa.

"Assevera-se ser notório que o cancelamento da filiação da requerente ao Partido dos Trabalhadores (PT) deu-se de modo arbitrário, sem minimamente possibilitar o contraditório e a ampla defesa, além de não demonstrar fundada razão na negativa", diz um dos trechos.

Após assinar ficha de filiação ao PT, o presidente do diretório estadual, deputado estadual Valdir Barranco, informou que a filiação foi suspensa porque não atendeu aos critérios internos. Vieram à tona, ainda, áudios de Whatsapp em que a deputada federal Rosa Neide pedia a intervenção da deputada federal Gleisi Hoffman (PT) alegando que a filiação da atriz pornô geraria constrangimento ao partido.

A atriz pornô Esther Caroline planeja ser candidata à deputada estadual nas eleições de outubro. No entanto, para ter seu nome inscrito nas urnas, é necessário que o nome seja aprovado na convenção partidária. Pela legislação eleitoral, esses eventos políticos deverão ocorrer no período de 20 de julho a 5 de agosto.


Fonte: Hiper Notícias

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.