Folha do ES
Sex, 7 de Ago
30 anos da FOLHA DO ES

Home   Política     Denúncia


FOLHA denuncia milícia digital do Governo do PSB e MP abre investigação

FOLHA denuncia milícia digital do Governo do PSB e MP abre investigação

A milícia é financiada com dinheiro público, utilizando sites, alguns recém criados com objetivo de atacar adversário

  Por Jackson Rangel Vieira

  28.julho.2020 às 21:02Atualizado em 28.julho.2020 às 21:24

A FOLHA ES denunciou nas Instituições Estaduais e Federais a atuação de uma milícia digital financiada com dinheiro público. O protocolo ocorreu ontem, dia 27 de julho.

Prova da milícia é que um desconhecido site, ingenuamente, entrou em contato com o editor da FOLHA pelo aplicativo WhatsApp, informando que recebeu “release” oficial do Governo do PSB sobre o tema e perguntando se a FOLHA queria dizer algo. O documento oficial tratava de assunto privado do Secretário de Governo Tyago Hoffman, sem interesse público e com narrativa distorcida em seu favor.

A FOLHA foi vítima recente das agressões desses sites nas redes sociais, após reportagens denunciando o controverso Secretário de Governo do ES.

Outra prova da milícia digital é que os sites copiam o “release” oficial enviado pelo governo do PSB e publicam exatamente o mesmo texto. Não há atividade jornalística nenhuma, embora sejam tratados como “imprensa” para justificar a verba pública de publicidade. São veículos jornalísticos de fachada.

O conteúdo dos “releases” publicados é de defesa privada e promoção pessoal, além de agressão aos alvos escolhidos nos porões do palácio.

A FOLHA foi vítima dessa campanha difamatória da milícia digital financiada com dinheiro público, após sua matéria sobre a suposta abordagem inapropriada de Hoffman contra a empresa de celulose FÍBRIA-SUZANO. Na reportagem, revelou-se que o Secretário, em tese, mandou a empresa contratar um advogado militante do PSB em troca de benefícios tributários.

Os sites integrantes da milícia digital falsearam os fatos e distorceram versões para defender os interesses privados de Hoffmann. Copiaram e colaram o “release” governamental. Esse documento oficial afirmava, de forma sensacionalista, que a justiça reconheceu uma campanha difamatória contra Hoffmann e censurou a reportagem porque os fatos eram mentirosos.

A justiça nunca disse isso, mas todos os sites divulgaram exatamente o mesmo texto com a mesma versão distorcida em favor de Tyago Hoffmann. Um tema privado, sem interesse público, para sua defesa pessoal e agressão ao Portal denunciante.

A verdade é que o Secretário de Governo obteve uma liminar com a notória juíza Trícia Xavier Cabral, da 1ª Vara Cível de Vitória, para retirar a matéria do ar, mas a justiça não fez juízo de valor algum sobre o conteúdo.

A magistrada apenas invocou a “regra da gangorra”, entendendo que é melhor, na dúvida, censurar a matéria e proteger a suposta honra de Hoffmann de danos irreparáveis. Enquanto isso, a FOLHA teria que provar os fatos em juízo, para depois voltar a publicar a reportagem, após longos anos de tramitação do processo.

É a 2ª liminar da mesma juíza em favor do Secretário, divergindo do Supremo Tribunal Federal (ADPF 130) e de colegas juízes da própria Trícia Xavier Cabral, os quais decidiram contra Tyago Hoffmann em ações contra a FOLHA, como já divulgado por este veículo.

Veja abaixo a íntegra da Denúncia da FOLHA e seu acatamento pelo MP:



CLIQUE AQUI E LEIA A REPRESENTAÇÃO CONTRA A MILÍCIA DIGITAL DO GOVERNO DO PSB



Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.