Folha do ES
Sex, 14 de Mai
HECI

Home   Política     Denúncia


VELSIS e DAHUA ganham amanhã licitação do cerco eletrônico no Governo do ES

VELSIS e DAHUA ganham amanhã licitação do cerco eletrônico no Governo do ES

Edital está direcionado e foi denunciado por multinacionais. Leia as impugnações.

  Por Jackson Rangel Vieira

  10.janeiro.2021 às 14:00Atualizado em 10.janeiro.2021 às 15:31

O consórcio da empresa VELSIS vai ganhar a licitação do cerco eletrônico estadual amanhã, na 2ª feira, dia 11 de janeiro de 2021, às 14h30. O contrato supera R$ 100 milhões de reais.

As provas de direcionamento para o fabricante de equipamentos DAHUA é flagrante. A VELSIS usa esse sistema e aí que reside um dos direcionamentos.

Segundo fontes, o governador Renato Casagrande (PSB) fez reuniões pessoais com representantes da DAHUA, levados ao palácio pelas mãos do Secretário de Governo-SEG Tyago Hoffmann e de seu subordinado Vitor Murad (coordenador de inovação e tecnologia da SEG).

Receber fornecedor que disputará licitação é inapropriado. Sobretudo quando após as reuniões, o edital nasce todo direcionado, como se a empresa tivesse fornecido as especificações para o direcionamento.

Duas multinacionais com forte programa de compliance e integridade empresarial, a ENGIE e JONHSON CONTROLS, denunciaram o direcionamento por escrito ao Governo.

Além disso, um assunto tão complexo não poderia ser objeto da modalidade de licitação pregão. Isso é só para objetos simples. O cerco deveria deveria ser licitado na modalidade de concorrência ou técnica e preço, mas como dificulta o direcionamento, enfiaram o pregão goela abaixo.

Pela segunda vez, essa licitação do cerco é publicada no período de festas, entre natal e ano novo. Quando as instituições estão em recesso, como o MP, TCES e Judiciário. Todo mundo de férias. Essa jogada é típica do direcionamento.

A mesma manobra de fim de ano ocorreu em 2019 e deu muita polêmica em razão de denúncias. Agora repetem o mesmo ardil. Que também está dando. O cheiro de corrupção está tão ruim que já há quem tem certeza da suspensão dessa licitação.

O cerco eletrônico estadual é de interesse do Secretário de Governo Tyago Hoffmann. Seu coordenador de inovação tecnológica Vitor Murad foi quem fez as consultas públicas que definiram as especificações da licitação, somente executada pelo DETRAN.

Mesmo com um caminhão de denúncias e impugnações acusando direcionamento e fraudes, foi dada a ordem de continuar a licitação.


IMPUGNAÇÕES:


- EMPRESA 1

- EMPRESA 2

- EMPRESA 3



Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.