Folha do ES
Dom, 9 de Mai
Receitas

Home   Política     Denúncia


Ferraço vai pra cima do diretor do Bandes: "criação de cargos é um crime"

Ferraço vai pra cima do diretor do Bandes: "criação de cargos  é um crime"

O deputado estadual denuncia criação de cargos em plena pandemia e insinuar que se trata de interesses eleitorais do Governo do Es

  Por Jackson Rangel Vieira

  16.abril.2021 às 14:39Atualizado em 16.abril.2021 às 23:45

Na sessão ordinária de quarta-feira, 14, o deputado estadual Theodorico Ferraço (DEM), um dos mais aguerridos palarmantares do Espírito Santo, denunciou interesses escusos sobre criação de cargos no Bandes em plena pandemia, além de colocar sob suspeita o seu diretor Munir Abud para o cargo por ser conhecido pelas suas descompostura como advogado e procurador.

Ferraço está apoiando a denúncia do deputado estadual Sergio Maeski (PSB) que foi o primeiro a gritar contra a criação de 14 cargos que chegam cada um a salários acima de R$ 15 mil. O parlamentar, considera um crime a Assembleia Legislativa aprovar a criação desses cargos e e diz que o diretor nomeado pelo governador Renato Casagrande (PSB) não tem moral ilibada, além de atender a interesses eleitoreiros.

O parlamentar chegou a fazer analogia sobre a nomeação de Munir com a nomeação do presidente do Banestes pelo Governador Renato Casagrande (PSB), no início do mandato, que foi preso logo no dia seguinte. Ferraço está decidindo ser o que ele mesmo chama de "velho Ferraço", com rugido de leão na Assembleia Legislativa.

VEJA O VÍDEO:


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.