Folha do ES
Ter, 19 de Jan
Cofril

Home   Política     Espírito Santo


Vitória de Braz não foi derrota de Victor

Vitória de Braz não foi derrota de Victor

EM SÍNTESE

  Por Jackson Rangel Vieira

  05.janeiro.2021 às 22:00Atualizado em 05.janeiro.2021 às 23:19

No dia 1º, por unanimidade, o vereador Braz Zagotto (PV) foi eleito presidente da Câmara de Vereadores de Cachoeiro de Itapemirim-ES. Engana-se quem considera esse feito como derrota do prefeito Victor Coelho (PSB) por uma onda de possível resistência. O parlamentar em tela coube bem, acertadamente, dentro do bornal do governismo.

A eleição do veterano edil de seis mandatos e que por três vezes tentou sem sucesso o cargo central da mesa diretora da Casa de Leis saiu barato na conta do Palácio Bernardino. Exceto dois ou três, todos pertencem à varanda do Executivo. O prefeito, espertamente, como ilusionista, produziu a impressão aos formadores de opinião de que a eleição de Braz foi resultado de uma resistência. Nada!

No mais, sem contorcionismo verbal, todos sabem que a Câmara de Cachoeiro é calada, subserviente e fisiológica. O lugar político do parlamentar não é ser posição, oposição e independente. Ele só tem duas atribuições precípuas: legislar e fiscalizar. O que passar disso é enxugador de gelo. No mesmo parágrafo, para concluir, dentro do slogan oficial do presidente: "Braz É Bom". Sempre foi!


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.