Folha do ES
Dom, 12 de Jul
Rádio Cidade

Home   Política     Opinião


Nem "ruas de ouro" podem salvar Victor Coelho

Nem "ruas de ouro" podem salvar Victor Coelho

A assessoria não ajuda e fragilidade do Governo de Cachoeiro é evidente

  Por Jackson Rangel Vieira

  17.janeiro.2020 às 13:09Atualizado em 17.janeiro.2020 às 20:17

Cachoeiro de Itapemirim nunca na sua história se submeteu a uma governança histriônica de excessiva vaidade e de ínfima eficácia. As últimas entregas, reformas de obras e asfaltamentos, produziram a sensação de bem estar mais para os membros da gestão do prefeito Victor Coelho (PSB). Entretanto, curiosamente, as chuvas descortinaram os espectros escondidos nos porões do Palácio Bernardino.

As chuvas, poucas, revelaram que as obras de asfaltamento e calçamento realizadas pelo atual gestão são mancas, sem drenagem, somadas com as mesmas condições de outras avenidas de responsabilidade dos antecessores. A infraestrutura desmancha, indicando que a cidade Capital Secreta do Mundo pode desaparecer como a Atlântida. Um aborto da natureza e a cidade desaparece. Já tem buracos sucando as ruas.

Anuncia-se mais entregas no ano pré-eleitoral, contudo, a sociedade, ao que parece, perdeu a empatia com o prefeito e não acreditam nos seus assessores diretos, de copa e cozinha. quem andam fazendo estrepolias das mais sórdidas inimagináveis. O governador Renato Casagrande vai ajudar como vem fazendo. Mais parece o esforço de Sísifo.

O prefeito não consegue fazer alianças e nem retaliação por conta própria. A derrota do prefeito em Cachoeiro vai se dever a dois personagens: ao ex-secretário de Governo, Weidson Ferreira e ao atual secretário de Obras, Paulo Miranda. Estes assinam a autoria. Outros são avalizadores e testemunhas de uma gestão pirotécnica. O povo continua com os pés nos chãos e com um governante de Gabinete.

Em síntese, Victor Coelho pode construir 'ruas de ouro", mas o povo está cansado de ver seu "líder" não liderar nada. Acabou o afeto. O socialista tem um oráculos de ineptos. Dá pena da sua soberba e orgulho e tem momento de achar que ele precisa de misericórdia.

O que vem pela frente, de ruim, não será nada parecido do que ele viveu até então. Conversar com o prefeito tem menos sentido do que dialogar com um poste. A sensação que se tem do governo é que seus integrantes estão na Escolinha do Professor Raymundo, um jogando aviõezinho no outro. Muita molecagem a bem da verdade!

Ele é favorito para disputar as eleições de 2020? É! Roberto Valadão tentou a reeleição e levou uma derrota acachapante pra casa. Thedorico Ferraço era favorito, perdeu para o azarão petista Carlos Casteglione. Glauber Coelho era mais do que favorito contra o petista que se reelegeu. Jathir Moreira apoiado por quase todo universo político, perdeu de chorar. Victor Coelho é favorito? Claro que é!


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Enquete


Você repetirá os votos nos candidatos a prefeito e a vereador eleitos em 2016?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.