Folha do ES
Qua, 16 de Jan
Hospital Evangelico - Enfermeiro

Home     Política


Vídeos íntimos com Amaro Neto seriam o motivo da tentativa de extorsão

Vídeos íntimos com Amaro Neto seriam o motivo da tentativa de extorsão

Policial Militar teria tentado extorquir R$ 500 mil do deputado federal eleito em troca de apagar arquivos das supostas relações íntimas entre Amaro e a esposa dele

  Por Redação

  30.novembro.2018 às 20:36Atualizado em 01.dezembro.2018 às 02:35

Segundo boletim de ocorrência da Polícia Civil - Crimes Contra Patrimônio - Extorsão - , vídeos íntimos envolvendo o deputado federal eleito Amaro Neto (PRB) e a esposa do policial militar Fernando Marcos Pereira, registrada como Keila Bonde Ferreira, são o motivo da tentativa de extorsão contra o parlamentar. O casal teria exigido R$ 500 mil para apagar o arquivos.

A origem da comunicação do fato, oficialmente, ocorreu ontem (29). A esposa do policial teria entrado em contado com o deputado e relatado que seu marido sabia do caso entre os dois. A vítima foi informada pela suposta amante que o policial tinha as imagens de vídeo e , por isso, queria compensação em dinheiro para apagar os arquivos, não esclarecido se os vídeos foram produzidos em comum acordo ou sem a permissão do deputado.

+ Polícia prende militar que tentou extorquir deputado Amaro Neto em 500 mil reais

Com isso, em meio a essa tentativa de crime de extorsão, assessor do parlamentar, conseguiu levar o caso para conhecimento das autoridades de forma a produzir o flagrante. Ao tentar entrar na residência do policial, ele se recusou abrir, bradando que só sairia morto de lá. Então, foi necessário chamar guarnição da Polícia Militar para lavrar o flagrante e a prisão do casal, recolhendo os aparelhos telefônicos e outros objetos suspeitos relacionados ao caso.

O caso deverá correr em segredo de Justiça.


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.