Folha do ES
Ter, 18 de Mai
HECI

Home     Saúde


O poder dos chás: Descubra os principais benefícios do consumo deste tipo de bebida

O poder dos chás: Descubra os principais benefícios do consumo deste tipo de bebida

  Por Raphael Gomes

  24.fevereiro.2021 às 15:35Atualizado em 24.fevereiro.2021 às 15:38

Os Chás melhoram a digestão, prevenção e tratamento de doenças, infecções, dores e indisposições, desintoxicação do organismo e o fortalecimento da imunidade.

Criado na China por volta de 2737 a.c, o chá, ao longo dos anos, se tornou a segunda bebida mais consumida no mundo depois da água. Além de possuir propriedades medicinais, ele também garante maior longevidade, bem-estar e hidratação ao nosso corpo.

Uma das melhores maneiras de ingerir a quantidade diária de líquidos de que o nosso organismo necessita é pelo consumo de chás e infusões. “Alguns tipos destas bebidas ainda possuem ações diuréticas, calmantes, laxativas, termogênicas e desintoxicantes que são determinantes para a perda de peso. No entanto, a sua ingestão deve ser aliada à alimentação saudável e a prática regular de atividades físicas para o alcance de um emagrecimento efetivo, gradual e saudável”, ressalta Ana Paula Baptista, empresária e proprietária da empresa mineira especializada na fabricação de chás Soulchá.

O consumo de chás pode gerar benefícios tanto a nossa saúde física quanto a mental e em algumas situações pode até substituir o uso de medicamentos sintéticos no tratamento de enfermidades. A bebida contribui para o bom funcionamento dos sistemas imunológico, digestivo e neurológico, o que pode nos proporcionar menos incômodos, maior ânimo, disposição, qualidade de vida, equilíbrio emocional, aumento da concentração, melhora da memória e dentre várias outras vantagens. Determinados tipos de chás também podem evitar, solucionar ou controlar problemas como a insônia, ansiedade, depressão, compulsão alimentar, tensão pré-menstrual, diabetes, obesidade, doenças cardiovasculares e o câncer.

“Existem inúmeros tipos de chás e infusões no mundo e os benefícios de cada um deles dependerão das folhas, flores e raízes utilizadas em suas preparações. A erva-cidreira, por exemplo, tem como característica uma poderosa ação antioxidante. Ela possui em sua composição o ácido rosmarínico, que tem propriedades calmantes e sedativas. O seu chá pode também pode auxiliar no tratamento ou amenização de problemas gastrointestinais, como a indigestão, dor estomacal e flatulência excessiva. Outro chá muito conhecido é o de hortelã. Ele possui ação analgésica e antiespasmódica, ou seja, previne a ocorrência de espasmos no estomago, intestino, útero ou bexiga. Além disso, fortalece o sistema imunológico e combate a infecção por parasitas, como amebíase e giardíase. O chá preto tem potencial anticarcinogênico, antimutagênico e ajuda a prevenir doenças cardiovasculares”, recomenda.

Os chás podem ser consumidos quentes, mornos ou frios, mas é interessante que as pessoas não adicionem açúcar ou adoçantes. “Digo isso porque a glicose impede a absorção adequada das substâncias presentes na bebida. Também não é aconselhável a ingestão de infusões após as refeições, pois a atitude contrária pode prejudicar a absorção de nutrientes, vitaminas e minerais existentes nos alimentos. Ainda não é recomendado o consumo depois das 18h, já que alguns chás possuem cafeína em suas composições, o que pode acabar interferindo na qualidade do sono. É relevante não ultrapassar o limite de quatro xícaras por dia. Por fim, é essencial lembrar que alguns chás não são indicados para crianças, gestantes, lactantes e entre outros grupos. Levando essas informações em consideração, as pessoas podem curtir os seus chás tranquilamente e usufruir de seus vários benefícios que não só se limitam a promoção da saúde do corpo como a da alma”, conclui.


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.