A conexão entre a BR-101 e a Rodovia do Sol está causando grande preocupação para os moradores de Riviera da Barra e dos demais bairros da Região 05, de Vila Velha. O DER-ES quer desviar o trânsito de caminhões e ônibus para as ruas locais, o que coloca em risco a segurança da população e as estruturas das casas.

Callegari ressaltou a relevância da obra, mas destacou que a segurança dos moradores é primordial: “A obra é muito importante e vai ajudar a desafogar o trecho da BR 101, principalmente para os veículos em direção a Vila Velha. Contudo, desviar esse fluxo para as ruas de Riviera da Barra e dos demais bairros é um risco enorme. A direção do DER e os responsáveis pela obra precisam ouvir urgentemente os moradores. Procurei o diretor do DER para apresentar essa demanda, como ainda não obtive retorno, acionei o Ministério Público para que esse trecho seja interrompido até que o diálogo com a comunidade seja restabelecido”.

O presidente da Associação de Moradores de Riviera da Barra, Elvis, comentou sobre os perigos do desvio e deu uma sugestão: “Jogar o tráfego de uma rodovia estadual para dentro dos bairros é uma ameaça à integridade das pessoas. A comunidade precisa ser ouvida e as opções ser debatidas para uma solução melhor. Estivemos com o Diretor do DER e sugerimos que seja feito um binário entre a rodovia 388 e a reta da avenida Cachoeiro de Itapemirim, que já recebe tráfego de caminhões e ônibus, o que não vai causar nenhum impacto nas ruas locais dos bairros da nossa região, especialmente, Riviera”.

As obras no trecho que corta o bairro de Riviera da Barra ainda não começaram, mas o desvio pode ter início a qualquer momento. Os moradores estão apreensivos e bastante preocupados, devido aos altos riscos de acidentes: “Com o trânsito local já é perigoso, agora imagina receber o fluxo de caminhões e ônibus. Estou muito preocupada”, finalizou uma moradora.