O deputado estadual Capitão Assumção (PL) foi preso nesta quarta-feira (28).

A decisão é do Supremo Tribunal Federal e teria sido a pedido da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) por descumprimento da decisão do ministro Alexandre de Moraes. 

O deputado, que usa tornozeleira eletrônica, foi preso no início da noite pela Polícia Federal e estaria na sede da PF prestando depoimento.

O presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Santos, confirmou à colunista Fabi Tostes já ter sido comunicado da prisão do deputado e encaminhou o procurador-geral da Ales e o diretor de Relações Institucionais, que é advogado, para acompanhar o caso. Os dois se encaminham nesse momento para a sede da Polícia Federal.

"Fui informado da prisão dele, está na Polícia Federal prestando depoimento. É um mandado de prisão do ministro Alexandre Moraes. Encaminhei o procurador-geral e o diretor de Relações Institucionais para estar auxiliando ele, porque é um membro do Poder Legislativo", disse o presidente.

Questionado se o deputado será afastado do cargo, Marcelo Santos apenas respondeu que ainda não tem conhecimento do teor da decisão.