Folha do ES
Qui, 17 de Out

Home   Estilo     Comportamento


Valores de cachês de Pastores famosos causa espanto em evangélicos

Valores de cachês de Pastores famosos causa espanto em evangélicos

Organizadores de congressos questionam valores

  Por Redação

  06.setembro.2019 às 01:28Atualizado em 08.setembro.2019 às 12:00

Valores de cachês de Pastores deixa evangélicos assustados .valores vão te chocar muito. No Brasil e em muitos países , muitos eventos são feitos em igrejas de grande e pequeno porte , e assim pregadores da palavras são requisitados a todo tempo para estrem participando desses eventos.

Muitos desses pregadores já tem assessores que organizam suas agendas e conversam sobre seus cachês para estarem presentes nesses eventos. Mais o que mais tem chocado as igrejas evangélicas que acionam esses assessores , são os valores cobrados por eles para estarem ministrando em suas igrejas.

Quanto mais conhecidos no meio gospel ou com vídeos viralizados na internet , mas altos os valores ficam. Muitas igrejas tem cobrado ingressos para conseguir trazer alguns desses pregadores , assustando assim muitos fiéis. Vejam abaixo alguns pregadores e seus cachês segundo divulgou o site web evangelista .


  • Claudio Duarte 20.000,00

  • Tiago Brunet (Manda uma cota de livros para venda e passagens aéreas + cachê desconhecido).

  • Josué Gonçalves 8.000,00

  • Lucinho Barreto (não cobra valores e sim inscrições pelo seu seminário + passagens aéreas ).

  • Marcos Feliciano 18.000,00

  • Abília Santana 15.000,00

  • Geziel Gomes 10.000,00

  • Josué Brandão 8.000,00

  • Silas Malafaia 14.000,00

  • Simar Coelho 12.000,00

  • Jorge Linhares 9.000,00

  • Jabes de Alencar 8.000,00

  • Anderson do Carmo 5.000,00


Vale a pena ressaltar, que a maioria desses pregadores exigem passagem e hospedagem , mais o cachê então cobrado. Muitas pessoas tem opiniões diferentes acerca de pregadores cobrarem cachês para pregar.

Conversamos com alguns líderes religiosos , e eles disseram concordar em a igreja abençoar com o valor pedido por esses pregadores , já que muitos deles dizem vivem desse trabalho itinerante.

Já muitos organizadores de eventos como congressos e até muitos fiéis, dizem não aceitar que pregadores estipule valores e que podem ser abençoados pela a igreja convidada sim , mas como a congregação puder ajudar. Dizem que a palavra de Deus não é um negócio , para pregadores cobrarem um cachê por seus vídeos de mensagem viralizarem na internet e assim serem tão conhecidos.


Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2019 Folha do ES. Todos os direitos reservados.