Folha do ES
Ter, 26 de Out
HECI

Home   Estilo     Comportamento


Empresa capixaba distribui calçados e brinquedos para mais de 40 países

Empresa capixaba distribui calçados e brinquedos para mais de 40 países

Na lista, estão também brinquedos, meias, bodies e acessórios para alimentação infantil. 

  Por REDAÇÃO

  13.outubro.2021 às 14:58

É do Espírito Santo, mais precisamente do Terminal Industrial Multimodal da Serra (TIMS), que a Pimpolho, gigante dos calçados infantis, escoa produtos para todos os estados brasileiros e mais de 40 países. Na lista, estão também brinquedos, meias, bodies e acessórios para alimentação infantil.

Numa área de 6.898 m² às margens da Rodovia do Contorno e perto do Aeroporto de Vitória e do Porto da cidade, são organizados os calçados que atendem de recém-nascidos às crianças de até 3 anos, além de itens como talheres para bebês, sapatilhas, pelúcias, biquínis e maiôs.

Os números são superlativos: a movimentação média é de 4,6 mil pedidos entregues todos os meses, com 45 mil volumes expedidos, implicando em mais de 780 mil itens separados, movimentando 3,5 mil pallets no TIMS - um incremento e tanto à economia capixaba.

Com quase 60 anos de fundação, a Pimpolho começou sua história com a produção inicial de cinco sapatinhos diários – todos feitos na garagem da casa da família Brito, fundadora da marca. Somente em 1970, a fábrica em Vila Velha foi inaugurada.

Outros players

A conceituada e luxuosa Sephora, rede mundial de lojas de cosméticos fundada em Paris, abriu um centro de distribuição no TIMS. O espaço possui cerca de 2 mil m² e 14 metros de pé direito.

A Sephora aporta no TIMS por meio da CEVA Logistics, empresa também francesa, especialista em logística e cadeia de suprimentos. O CD vem para consolidar uma variedade de produtos cosméticos, como maquiagem, perfumes, produtos para o cabelo, acessórios, produtos para o corpo e banho e a marca própria, Sephora Collection, nos mais de 40 pontos de distribuição espalhados em território nacional.

A Sephora faz parte da LVMH, uma holding francesa especializada em artigos de luxo. Foi formado pelas fusões dos grupos Moët et Chandon e Hennessy e, posteriormente, do grupo resultante com a Louis Vuitton. Sua vinda para o Espírito Santo reforça, segundo fontes do mercado econômico, a vocação logística do TIMS e do Espírito Santo, por conta da facilidade de escoamento e dos diversos modais à disposição.

O complexo também será palco de um centro de distribuição da gigante MadeiraMadeira numa área de 17.778 m².

A notícia anima o mercado, já que a MadeiraMadeira, e-commerce de artigos para o lar, recebeu um aporte de 190 milhões de dólares liderado por SoftBank e Dynamo, tornando-se um “unicórnio”, startup avaliada em 1 bilhão de dólares ou mais.

Foi essa movimentação, aliás, que fez a empresa antecipar investimentos que inicialmente estavam previstos para 2022 - como é o caso da instalação do CB na TIMS. Ao longo de 2020 a MadeiraMadeira, criada há cerca de 10 anos, triplicou o número de centros de distribuição.


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.