Folha do ES
Ter, 18 de Mai
HECI

Home   Economia     Espírito Santo


Suspensão da cobrança do pedágio: notificação extrajudicial fica sem resposta há mais de 20 dias

Suspensão da cobrança do pedágio: notificação extrajudicial fica sem resposta há mais de 20 dias

  Por Redação

  15.abril.2021 às 14:03

Mais de vinte dias sem um pronunciamento do Governo do Estado. Esse é o tempo de espera para uma resposta sobre a cobrança do pedágio enquanto vigoram medidas restritivas na capital. O presidente da Comissão de Mobilidade Urbana da Câmara de Vitória, Armandinho Fontoura, enviou uma notificação extrajudicial ao Governo do Estado questionando o motivo da cobrança do pedágio em meio ao atual mapa de gestão de risco.

De acordo com o vereador, já totalizaram 23 dias sem uma resposta do Governo. "O comércio tem data e horário limitado e definido para abrir. O pedágio continua funcionando todos os dias. É essencial?!", indaga Armandinho. O parlamentar afirma que a situação é de um raciocínio muito simples e completa que o pedágio não é uma atividade essencial.

"Os cobradores de ônibus, por exemplo, foram proibidos de trabalharem devido a periculosidade de manusear a moeda corrente, o dinheiro, porque há uma alta taxa de transmissão de risco. Cobrar o pedágio em dinheiro é expor a vida dos trabalhadores em risco e por consequência, do cidadão que recebe o troco. Então, se torna uma central de propagação do vírus", acrescenta.

Armandinho conclui que a demanda é de extrema importância para o combate da pandemia no Estado, além de beneficiar o cidadão que continua pagando por um serviço não essencial. "Uma de nossas ações, foi derrubar a cobrança do estacionamento rotativo na capital, por duas vezes e segue suspenso até o dia 18 de abril. Agora, continuamos em busca da suspensão do pedágio e de uma resposta do governador", finaliza.


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.