Folha do ES
Sáb, 24 de Set
Nova logo da LEIA Pesquisa

Home   Estilo     Bem Estar


Volta às aulas e as tão necessárias medidas de suporte emocional

Volta às aulas e as tão necessárias medidas de suporte emocional

Unicef destaca que 19% dessas crianças sentem tristeza e falta de interesse, sublinhando a necessidade de medidas de apoio como o Learning Support (Suporte de Aprendizagem) e o Whole Child Development (Desenvolvimento Integral das Infâncias), ambos elaborados pela Camino School.

  Por redação

  04.agosto.2022 às 12:19

Voltar às aulas diante de um cenário marcado por dois anos e meio de pandemia com sua multiplicidade de ondas é um desafio. Profissionais, famílias e a comunidade escolar, como um todo, estão se debruçando para encontrar soluções que passam, necessariamente, pelo convívio com o coronavírus. O mundo se encontra em um novo cenário, com a vacinação mais avançada e um menor risco de letalidade, mas os impactos sobre a saúde – física e mental – ainda merecem um exame com lupa.

"Embora todos os esforços tenham sido feitos, é fato que as consequências da pandemia são sentidas a todo momento. Os grupos e as relações sociais foram e estão impactadas pelo medo, pelas perdas e pelas vulnerabilidades. E a cada retorno, como por exemplo o da volta às aulas, novas situações são colocadas. Em casa, junto com os pais, há uma sensação de proteção e a cada retorno, pode acontecer de haver medo, insegurança e até mesmo dificuldades de aprendizado", afirma Ana Paula Martins, coordenadora pedagógica da Camino School.

De acordo com o relatório Situação Mundial da Infância 2021: Na minha mente: promovendo, protegendo e cuidando da saúde mental das crianças, da Unicef, o impacto da Covid-19 na saúde mental e no bem-estar das crianças e dos adolescentes vai se prolongar por muitos anos. Resultados preliminares de uma pesquisa internacional da Unicef e Gallup com crianças e adultos mostram que, em média, um em cada cinco jovens de 15 a 24 anos entrevistados (19%) disse sentir-se, muitas vezes, deprimido ou com pouco interesse em fazer coisas. O estudo, aplicado em 21 países, constatou ainda que aproximadamente 1,6 bilhão de crianças sofreram alguma perda relacionada à educação, devido à crise sanitária global, próxima de fechar o terceiro ano.

Pensando em minimizar efeitos tão complexos, a Camino School, escola referência de ensino infantil e fundamental (I e II), localizada na zona oeste de São Paulo, tem dado ênfase a dois projetos complementares ao currículo. São eles: o Learning Support (Suporte de Aprendizagem), que dá atenção especial aos estudantes que passaram por déficits de aprendizado devido à pandemia, e o Whole Child Development (Desenvolvimento Integral das Infâncias), cujo foco está em estudantes que tenham algum tipo de diagnóstico como dislexia, questões relacionadas à concentração, a transtornos de ansiedade, depressão, entre outros.

Segundo a coordenadora pedagógica da Camino School, o Learning Support (Suporte de Aprendizagem) conta com sessões complementares em períodos pré-classe e pós-classe. As aulas acontecem de quatro a cinco vezes por semana com foco em linguagens (português, inglês e espanhol) e matemática.

As duas medidas de suporte educacional empregam a metodologia da aprendizagem ativa, na qual o estudante está no centro do processo de aprendizagem por meio de projetos – na Camino School, batizados como Expedições. Para além disso, há uma ênfase no desenvolvimento das competências socioemocionais entre o público infantil, considerando que esse reforço subjetivo os tornará mais aptos para um mundo diante de um possível cenário pós-pandêmico.

A Camino School mantém sua preocupação com o bem-estar de todos pertencentes a sua comunidade. Há momentos de despedida e, como é de praxe, existe a hora da retomada, como é o período volta às aulas, que pode ser mais leve e fluido a partir de apoio psicossocial, com acompanhamentos individuais e coletivos.

Camino Education – Como um ecossistema educacional que integra educadores, gestores, pais e estudantes, a Camino Education tem a missão de enriquecer a Aprendizagem para milhões de alunos, com a aspiração de transformar aulas tradicionais em experiências de aprendizagem inesquecíveis, de alta qualidade educacional e engajamento significativo dos educadores e dos alunos, por meio da Aprendizagem Ativa. A Cloe, plataforma digital completa de Aprendizagem Ativa desenvolvida pela Camino Education, a Camino School, escola de referência em São Paulo, e o Centro Camino de Aprendizagem Ativa, centro de formação de educadores, compõem esse ecossistema. A Camino Education é a primeira Edtech brasileira a compor a comunidade Global Innovators do World Economic Forum e está entre as 100 Edtechs mais inovadores da América Latina, segundo o ranking 2020 LATAM 100 Edtechs anual.


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.