Folha do ES
Qui, 27 de Fev

Home   Política     Brasil


Nomeação do sobrinho de Lelo no TRE por Bolsonaro tem repercusão nacional

Nomeação do sobrinho de Lelo no TRE por Bolsonaro tem repercusão nacional

Lauro é sobrinho do ex-deputado federal Lelo Coimbra (MDB), que é secretário especial de Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania

  Por Jackson Rangel Vieira

  16.janeiro.2020 às 15:19Atualizado em 16.janeiro.2020 às 16:02

Nomeação de Lauro Coimbra pelo Presidente da República como juiz do Tribunal Regional Eleitoral ganha repercussão nacional. Os renomados veículos “Antagonista” e a Revista Crusoé destacam a nomeação do advogado.

O Presidente da República Jair Bolsonaro escolheu o advogado na lista tríplice pela classe dos juristas, após escolha de três nomes pelo Tribunal de Justiça do Estado, por votação.

Na lista tríplice enviada ao Presidente, Lauro Coimbra foi o mais votado pelos desembargadores do Tribunal de Justiça do Espírito Santo. Teve 22 votos do total de 23 membros, inaugurando um recorde na história das listas.

Além de advogado há 18 anos, Lauro Coimbra é procurador concursado do Departamento de Estradas e Rodagens (DER-ES), já tendo atuado nas Prefeituras de Ibiraçu e Viana também como procurador. Também é professor universitário em Faculdades de Direito e Conselheiro da OAB. Atua nas áreas de direito administrativo, constitucional, compliance, empresarial e tributário.

Lauro Coimbra é sobrinho de Lelo Coimbra, atual Ministro Adjunto e Secretário Especial de Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania. Lauro carrega o nome do avô, pai de Lelo e do tio delegado de polícia civil e atual corregedor da Instituição.

A NOMEAÇÃO


Veja a nota à imprensa de Lauro Coimbra, novo juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo:

“Recebo com muita humildade e grande senso de responsabilidade a honrosa indicação do Exmo. Sr. Presidente da República para o cargo de Juiz Substituto do Egrégio Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo, como representante da classe dos juristas.

Agradeço às Instituições que, conforme previsão constitucional, participaram desse importante processo de escolha, ouvindo os indicados, entre elas a Bancada Federal do Espírito Santo; o Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo; o Egrégio Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo; o Egrégio Tribunal Superior Eleitoral; e a Ordem dos Advogados do Brasil.

Agradeço por todo o apoio recebido e pela confiança depositada em nosso nome para contribuir com os trabalhos da destacada Justiça Eleitoral Brasileira, pilar da democracia e da legítima soberania popular. Cumprirei a honrosa missão com extremo senso de justiça, imparcialidade, ética, equilíbrio e dedicação, em defesa da Constituição da República e do Estado Democrático de Direito.”

LAURO COIMBRA MARTINS



Fonte: folhadoes.com

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.