Folha do ES
Seg, 28 de Nov

Home   Política     ELEIÇÕES 2022


Casal Sueli e Sérgio Vidigal é investigado por uso de dinheiro da Prefeitura da Serra

Casal Sueli e Sérgio Vidigal é investigado por uso de dinheiro da Prefeitura da Serra

Sérgio Vidigal é o prefeito e a esposa Sueli é candidata a deputada federal

  Por Jackson Rangel Vieira

  29.setembro.2022 às 15:40Atualizado em 29.setembro.2022 às 15:58

Sueli e Sergio Vidigal vão parar na Justiça por denúncia de abuso de autoridade

A candidata a deputada federal Sueli Vidigal e seu marido, o prefeito da Serra, Sergio Vidigal, foram parar na justiça por supostamente utilizarem serviços de uma empresa contratada pela prefeitura em atividades de campanha de Sueli. A empresa DM EVENTOS LTDA não foi relacionada na prestação de contas parcial da campanha, mas possui diversos contratos com a prefeitura, e foi flagrada prestando serviços para a candidata. Há imagens no conteúdo da denúncia.

A servidora pública Wanessa Cristina Vasconcelos também está citada na ação, uma vez que é a gestora de vários instrumentos contratuais com a empresa, um deles no valor de R$ 8.507.100,00 (oito milhões, quinhentos e sete mil e cem reais).

A denúncia e a ação judicial falam em dois episódios:

1) “A organização da Convenção Política do Partido Democrata Trabalhista teria sido organizada pela referida servidora, que é Assessora de Cerimonial da Prefeitura da Serra, tendo referido evento ocorrido no dia 05 de agosto, sexta-feira, o que indica que a servidora se encontrava organizando evento estranho às suas funções públicas durante seu horário de trabalho, caracterizando grave prática de desvio de função do servidor público com enriquecimento ilícito, ao receber para trabalhar quando não estava se dedicando a sua função pública.

2) Além do evento da Convenção do Partido Democrático Trabalhista, que teria ocorrido no Cerimonial Oásis, em Vitória, o Requerente que colaciona nos autos imagens e vídeo, objetivando demonstrar que funcionários da empresa DM EVENTOS trabalharam na montagem das estruturas para o lançamento de campanha da Candidata Requerida SUELI VIDIGAL, que teria ocorrido na Chácara Flora, na Serra, sem que a Prestação de Contas da Candidata aponte contratação da referida empresa, e sim arrola a empresa ROBSON CRISTIE LOPES DE SOUZA , pessoa jurídica aberta recentemente, dia 03/08/2022”

2) “Além do evento da Convenção do Partido Democrático Trabalhista, que teria ocorrido no Cerimonial Oásis, em Vitória, o Requerente que colaciona nos autos imagens e vídeo, objetivando demonstrar que funcionários da empresa DM EVENTOS trabalharam na montagem das estruturas para o lançamento de campanha da Candidata Requerida SUELI VIDIGAL, que teria ocorrido na Chácara Flora, na Serra, sem que a Prestação de Contas da Candidata aponte contratação da referida empresa, e sim arrola a empresa ROBSON CRISTIE LOPES DE SOUZA , pessoa jurídica aberta recentemente, dia 03/08/2022, como a empresa responsável pelo fornecimento de locação de equipamento de palco e som.”

O desembargador Namyr Carlos de Souza Filho determinou que Sérgio e Sueli se manifestem em no máximo 5 dias e que o caso seja encaminhado à Procuradoria Regional Eleitoral.

CLIQUE E LEIA A AÇÃO


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.