Folha do ES
Ter, 28 de Set
HECI

Home   Política     Espírito Santo


UESC: o movimento vem chamando atenção no sul do Estado do ES

UESC: o movimento vem chamando atenção no sul do Estado do ES

No último sábado, dia 3 de junho, em parceria com o produtor cultural Guilherme Nascimento, o coletivo realizou um protesto artístico, até então nunca feito na região, onde os militantes simbolizaram os mortos pela covid-19

  Por Leandro Bettecher

  06.julho.2021 às 15:54Atualizado em 06.julho.2021 às 16:19

De acordo com um dos idealizadores, os objetivos principais da União das Esquerdas Sul Capixaba é militar por um auxílio digno para quem mais precisa, uma vacinação em massa da população brasileira, e pedir o impeachment do atual presidente da república. Segundo Marcelo Gobbi, o Jair Messias Bolsonaro envergonha o Brasil mundialmente e pratica um desmonte em todos os ministérios, criando um retrocesso das políticas sociais democráticas praticadas por governos anteriores.



Nos atos unificados que ocorreram nos últimos meses contra o atual governo federal, a UESC participou de todos. O primeiro foi dia 19 de março, ocorrendo na rotatória da barra, onde faixas em homenagem as vitimas da COVID e pedindo a vacinação foram estiadas, ocorrendo palavras de ordem com carro de som, pronunciamentos de moradores locais, e um minuto de silêncio em respeito as mortes. Na segunda data estabelecida nacionalmente, dia 23 de junho, a UESC contribuiu com a realização do ato em Cachoeiro de Itapemirim na parte da manhã, a tarde em Marataízes, e a noite em Itaoca praia.

No último sábado, dia 3 de junho, em parceria com o produtor cultural Guilherme Nascimento, o coletivo realizou um protesto artístico, até então nunca feito na região, onde os militantes simbolizaram os mortos pela covid, denunciando o governo federal, com um personagem de Bolsonaro rindo da tragédia anunciada. Guilherme explica que “A arte e a cultura sempre contribuíram para as mudanças nacionais, como o tropicalismo, movimento artístico que enfrentou a ditadura militar, período autoritário e violento da história do Brasil. Com a pandemia e o atual desgoverno, não seria diferente.”

O professor C.J Xavier, um dos fundadores da UESC, evidencia o envolvimento cada vez maior das pessoas de diversas áreas da sociedade na iniciativa coletiva. Explica que rifas e vaquinhas online, financiamentos de movimentos nacionais como o Plantão Brasil, e partidos como PCdoB, PT, e PSOL garantem a manutenção das atividades. “Estamos oficializando o canal ESQUERDA COMPRA DE ESQUERDA, entre outras articulações coordenadas, demonstrando que ações populares ajudam a restabelecer uma militância humanitária que precisa retomar os espaços políticos da sociedade, onde percebemos que o ódio tomou conta. A UESC é um espaço de diálogo e construção, onde ao mesmo tempo que anunciamos, praticamos as boas causas”.

O coletivo social suprapartidário tem origem em Marataízes, e expande para outros municípios da região, vem atuando há alguns meses com ações ambientais de limpeza das praias, conscientizações áudios motivas e de combate a fome para população de rua.


Fonte: Folha do Es

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.