Folha do ES
Dom, 25 de Jul
Receitas

Home   Saúde     Espírito Santo


A pandemia vai terminar ou não em 2021, mesmo com a vacina?

A pandemia vai terminar ou não em 2021, mesmo com a vacina?

  Por Leandro Bettecher

  21.maio.2021 às 11:51Atualizado em 21.maio.2021 às 11:58

Está aí a pergunta de 1 trilhão de dólares. E para 42,67% das pessoas que votaram em nossa enquete a resposta é não. Como o comportamento das pessoas é muito impactante e imprevisível no curso da Covid-19, é difícil fazer projeções apuradas. Mas, levando em conta que a vacinação em massa deve demorar em todo o Brasil e fatos já conhecidos, como o desrespeito a medidas de isolamento social e ao uso de máscaras, os especialistas não estão muito otimistas. Confiram como ficou a enquete:

“Estamos vendo os dados com atraso e preocupados, pois as vacinas viraram o foco da conversa, mas vai demorar para atingirmos uma cobertura suficiente para reduzir novos casos e mortes”, analisa o cientista de dados Isaac Schrarstzhaupt, coordenador da Rede Análise Covid-19. Outro ponto de atenção: diferentemente de outros países, o Brasil não impôs restrições às celebrações de fim de ano, sempre tão calorosas por aqui.

Em um cenário de aumento de casos acontecendo desde novembro, a festança tende a cair como uma luva para o vírus — e os episódios e suas consequências virão agora em janeiro, fevereiro… “Se as pessoas continuarem agindo como estão, o número de casos vai permanecer elevado”, afirma o epidemiologista Márcio Bittencourt, pesquisador da Universidade de São Paulo (USP).

“Infelizmente, devemos ter um início de 2021 muito triste”, prevê o médico Leonardo Weissmann, da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). Está aí uma notícia difícil de dar a uma nação que já perd deu mais de 200 mil vidas. Façamos nossa parte!


Fonte: Folha do ES

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.