Folha do ES
Seg, 1 de Mar

Home     Economia


Havan define em fevereiro vinda pra Cachoeiro

Havan define em fevereiro vinda pra Cachoeiro

Toninho Carlos, jornalista

  Por Toninho Carlos

  19.dezembro.2020 às 19:00Atualizado em 20.dezembro.2020 às 01:26

A Havan, uma das mais importantes lojas de departamento, com mais de 150 estabelecimentos, e com cerca de 22 mil funcionários está procurando espaço físico para se instalar em Cachoeiro, e a decisão está para acontecer em fevereiro de 2021. Dois executivos da Havan, que tem como líder e sócio fundador Luciano Hang estiveram na cidade observando alguns espaços. Foram recebidos pelo empresário Adhemar Reis Neto, da Multi Imóveis.

De acordo com Adhemar, seis áreas foram visitadas pelos executivos da Havan que necessita de um espaço de pelo menos 25 mil metros quadrados. Inicialmente a dupla descartou a antiga indústria de Calçados Itapuã, no bairro Gilberto Machado. A preferência inicial, pela logística do grupo, que tem um público distinto final é pelo bairro BNH, e três áreas foram apresentadas como possíveis possibilidades de negócios: Antiga Braminex, Café Campeão e um outro espaço próximo ao supermercado Mineirão.

Os empresários visitaram também o aterro na Rodovia Safra-Cachoeiro, do empresário Roberval Rocha, e não descartaram conversar em fevereiro. A Havan já tem uma loja em Linhares e caba de negociar uma área em Cariacica e uma outra está em análise em Vila Velha. Cachoeiro seria a quarta loja de Luciano Hang no Espírito Santo, e todas pelo sistema BTS, sigla que define build to suit - feito para servir, ou feito para se ajustar, em português.

BTS é basicamente um contrato no qual o investidor viabiliza um empreendimento imobiliário, geralmente comercial, desde a sua construção, seguindo os interesses de um futuro usuário – locatário - da obra finalizada. Após a entrega do imóvel, este locatário se compromete a ocupá-lo por um longo prazo, normalmente superior a dez anos.

O prazo do contrato é calculado e acordado previamente, de forma que o lucro obtido com os valores pagos referentes ao aluguel cubra os custos da construção do empreendimento. No caso da Havan a proposta é de 20 anos, ou mais. Esta prática surgiu nos Estados Unidos há cerca de uma década com o intuito de suprir as necessidades de um novo nicho mercadológico que vem crescendo no Brasil.


Fonte: Ponto a Ponto

Comentários Facebook


Enquete


Você é a favor do tratamento precoce com Ivermectina?

  Votar   Ver resultado

Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.