Folha do ES
Qui, 28 de Mai
Cofril 02

Home   Esporte     Brasil


Felipe Melo fala de amor pelo Boca e lembra quando tirou sangue de Messi

Felipe Melo fala de amor pelo Boca e lembra quando tirou sangue de Messi

Felipe é fã confesso do Boca Juniors

  Por João Machado

  15.maio.2020 às 21:34

Felipe Melo é fã confesso do Boca Juniors e contou sobre esse carinho que sente pelo clube em entrevista que concedeu ao jornal Olé.

“Começou quando era pequeno, antes de nada com o Maradona. Como Messi, para mim, é o maior da Argentina, e um dos melhores da história do futebol, ali com Pelé também e outros. Começou de pequeno, em partidas do Campeonato Argentino, o Clausura, ver o Boca Juniors, a mítica Bombonera, sempre me encantou isso”, declarou o agora zagueiro.

“Depois me encantava Schiavi, que já me escreveu pelo Instagram para que nos colocássemos em contato. E Palermo, que não tinha tanta qualidade, mas fazia gols todos os jogos. E Riquelme, bem, fazia coisas incríveis. Depois chegou o brasileiro que jogava no Paysandu (Iarley), que começou a trazer mais o Boca ao Brasil, da mítica Bombonera. Desde pequeno sempre gostei do Boca Juniors. ”

O jogador do Palmeiras ainda comentou sobre a especulação recente que houve quanto a uma possível ida dele ao clube xeneize.

“Nunca falei com o Boca, vi que o candidato a presidente disse que queria levar o Felipão e o Felipe Melo, mas nunca falei com o Boca Juniors. Um, porque tenho respeito e carinho pelo Palmeiras”, afirmou o atleta de 36 anos. “E digo que Riquelme nunca me ligou. O que vai acontecer amanhã, eu não sei. Eu tento fazer no presente o melhor, porque não se sabe que vai acontecer amanhã”.

Outro dos assuntos da entrevista foi Lionel Messi, a quem fez muitos elogios e contou também sobre uma história em que acabou tirando sangue do craque.

“Messi não é de falar muito na partida, ele é especial. Se ele leva uma pancada, levanta e vai para tomar outra, não tem medo. Para mim, está entre os três melhores da história que vi jogar. Muito carinho por Messi, é uma coisa de louco”, disse.

“Lembro que tenho uma foto na minha casa... Ele faz uma parede, quando vem, eu coloco sem querer (o cotovelo), o acerto e sangra o nariz dele. Se levanta e vem falar uma coisa comigo. Eu digo a ele: ‘Te amo muito’. ”


Fonte: ESPN

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.