Folha do ES
Seg, 18 de Jan
Cofril

Home   Geral     Mundo


A droga da elite mundial é usada e produzida no Brasil

A droga da elite mundial é usada e produzida no Brasil

A substância química adrenochrome voltou ao palco das polêmicas, especialmente fora do país

  Por Leandro Bettecher

  13.novembro.2020 às 17:03Atualizado em 13.novembro.2020 às 18:24

ADRENOCHROME: O QUE É ESSA DROGA UTILIZADA PELA ELITE?

A substância química adrenochrome voltou ao palco das polêmicas, especialmente fora do país.

Isso porque ela foi recentemente vinculada com a Covid-19.O problema é que já existem um conjunto de teorias de pesquisadores, envolvendo mistério e principalmente práticas ocultistas em torno da adrenochrome, ou ‘adrenocromo‘.

A primeira menção à substância consta como sendo do escritor inglês Aldous Huxley, em 1954, em sua obra chamada “The Doors of Perception”. Nesta obra, brevemente, é afirmado que o adrenochrome possui funções psicodélicas e se limita a dizer que ele é obtido através de uma produção ‘espontânea do corpo humano’, sendo uma decomposição da adrenalina.

Afinal o adrenochome existe?

A resposta é sim.

Ele é um composto formado pela oxidação da adrenalina. Em tese, ele é disponibilizado para compra on-line apenas por pesquisadores, onde a maior parte das fabricantes informa que sua origem se dá de forma sintética e seu principal uso seria a inibição de neurotransmissores e a síntese de prostaglandinas (gorduras na coagulação do sangue).

Uso do adrenochome como droga

Há uma menção que se aproxima da associação do uso da substância como uma droga.

Ela foi feita em 1973, no livro Legal Highs, Adam Gottlieb informou que o adrenocromo é ‘fisicamente estimulante’ e que promove uma sensação de ‘bem-estar com ‘ligeira redução dos processos de pensamento’, sem mencionar se já fez uso da mesma para afirmar tais sensações.

Assunto praticamente proibido que mostra o sub mundo pouco conhecido.

O composto tornou-se um objeto de fascínio, no entanto, entre os defensores do COVID-19 e adeptos do QAnon, a teoria de que um agente governamental bem informado chamado "Q" vaza informações ultrassecretas sobre uma cabala global de democratas e Pedófilos de Hollywood por meio de mensagens enigmáticas e grandiosas conhecidas como “Q-drops”. O domínio do quase-culto cresceu consideravelmente nos últimos anos, graças em parte ao incentivo tácito de Donald Trump. Uma promotora do QAnon chamada Marjorie Taylor Greene ganhou 57 por cento dos votos nas primárias republicanas para o 14º distrito congressional da Geórgia, quase garantindo sua vitória em novembro. “Há uma oportunidade única na vida de tirar essa conspiração global de pedófilos adoradores de Satanás, e acho que temos o presidente para fazer isso”, disse Greene uma vez em um vídeo de 2017. Trump aplaudiu a vitória primária de Greene.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Como é obtido a droga é o que mais choca e impede que muitos aceitem o fato como real. Crianças ( o quanto mais nova), são compradas e torturadas ao extremo, desta forma o corpo produz adrenalina em alta quantidade e pouco antes da morte, o sangue é retirado e processado. Os meios utilizados são inaceitáveis para a maioria da população, mas a droga é altamente viciante, e cada vez mais os usuário, necessitam de vidas dos pequenos para satisfazerem suas necessidades.

” CRIANÇAS REMOVIDAS DE UMA CASA ESQUÁLIDA NA CALIFÓRNIA DESCREVERAM ATOS DE ABUSO INTENCIONAL QUE RESULTARAM EM FERIMENTOS PERFURANTES, QUEIMADURAS, HEMATOMAS E FERIMENTOS CONSISTENTES COM TIRO DE ARMA DE CHUMBO, DISSERAM AS AUTORIDADES NA SEGUNDA-FEIRA. SHARON HENRY, PROCURADORA-CHEFE DO DISTRITO DE SOLANO COUNTY, DISSE QUE FICOU “HORRORIZADA” COM AS DECLARAÇÕES DAS CRIANÇAS. ELA DISSE EM UMA ENTREVISTA COLETIVA QUE “A TORTURA OCORREU NESTA CASA” E FOI REALIZADA “PARA FINS SÁDICOS”. ELA SE RECUSOU A ENTRAR EM DETALHES. “ISSO LITERALMENTE QUEBRA SEU CORAÇÃO, E VOCÊ FICA INDIGNADO COM A FORMA COMO UM PAI OU QUALQUER OUTRA PESSOA PODE COMETER ESSES ATOS”, HENRY DISSE DEPOIS. JONATHAN ALLEN, 28, O PAI DAS CRIANÇAS, SE DECLAROU INOCENTE DE SETE ACUSAÇÕES DE TORTURA E NOVE DE ABUSO INFANTIL. ELE ESTÁ SOB FIANÇA DE $ 5,2 MILHÕES.”.

Os efeitos da Droga:

Pessoas com certa idade passam a ter a vitalidade de quando tinham 20 anos, e mesmo a aparecida com o consecutivo uso, rejuvenesce. Já se deixam de usar os efeitos são contrários, o que os tornam dependentes e dispostos a pagar muito alto pela droga.

De onde vem estas crianças:

No Brasil a pouco tempo tivemos noticias de que um religioso de Abadiania, disponibilizava, uma fazenda onde mulheres raptadas ou vendidas, eram mantidas como escravas, para que dessem a luz a uma criança por ano. E estas crianças eram vendidas. Neste mesmo local, crianças eram colocadas a disposição de juízes, políticos e artistas do mundo todo.

Porque não se fala sobre isso: Juízes da suprema corte se disseram impedidos de julgar o caso, pois tinham ligação estreita com o tal JOÃO, grande apresentadores conhecidos mundialmente e artistas nacionais, também eram frequentadores do local. Difícil a imprensa atirar contra ela mesma.

Apenas no Brasil desaparecem oficialmente 50 mil crianças por ano, e nestes números não tem como se calcular crianças nascidas e não registradas por familias abaixo da linha de pobres, que não teriam como cuidar da crinaça, e as vendem por alguns trocados.

arquivo

Estamos aqui concentrando no Brasil, mas o assunto é muito amplo no mundo todo, inclusive com caso de destaque mundial que envolvem ex presidentes dos estados unidos, ex primeira dama e grande figuras da TV e cinema.

Na Netflix existe um documentário que apresenta o caso até de certa forma honesta, mas muito superficial, pois a população não esta preparada para o assunto.

Jeffrey Epstein: Poder e Perversão

Esta série documental investiga como o predador sexual Jeffrey Epstein usou dinheiro e poder para cometer seus crimes.


Fonte: Em Ribeirão

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.