Folha do ES
Sáb, 5 de Dez

Home   Polícia     Brasil


Polícia diz que se enganou e não prendeu o assassino do ator Rafael Miguel

Polícia diz que se enganou e não prendeu o assassino do ator Rafael Miguel

A Polícia Militar do Paraná relatou a prisão de Paulo Cupertino Matias, mas depois informou o equívoco

  Por Redação

  29.outubro.2020 às 08:51

Na noite desta quarta-feira (28), a polícia de São Paulo desmentiu o anúncio sobre a prisão de Paulo Cupertino Matias, acusado das mortes em Junho do ano passado do ator Rafael Miguel, então com 22 anos, e dos pais do jovem, João Alcísio Miguel, de 52, e Míriam Selma Miguel, de 50.

A notícia da prisão do homem, que está foragido há mais de um ano, tinha sido anunciada pela própria polícia do Paraná e gerou grande repercussão na imprensa e redes sociais.

Porém, o Diretor-Geral da Polícia de São Paulo, Rui Ferraz Fontes, que tinha divulgado a informação à imprensa, veio a público dizer o que ninguém esperava, que tudo não tinha passado de uma confusão da polícia do Paraná. Segundo Fontes, agentes da Polícia Militar interceptaram numa estrada perto da cidade de Centenário um motorista que, de acordo com a nova versão, se parece muito com Paulo Cupertino Matias. Mais tarde, confirmaram não ser o foragido.

Agora, a polícia continua nas buscas de Paulo Cupertino Matias.


Fonte: FAMA AO MINUTO

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.