Folha do ES
Seg, 23 de Mai
Receitas cofril

Home   Polícia     Brasil


Vídeo: Mulher trans é morta a tiros após ser chamada por motorista

Vídeo: Mulher trans é morta a tiros após ser chamada por motorista

Motorista da caminhonete, suspeito de efetuar os disparos, morreu em um confronto com a PM pouco depois de atirar em transexual, segundo a polícia.

  Por Raphael Gomes de Souza

  02.julho.2021 às 10:19Atualizado em 02.julho.2021 às 10:25

Mais uma vida foi ceifada, mais uma transexual foi assassinada de forma brutal, consolidando a posição do Brasil no ranking, onde aparece como o país onde mais se mata pessoas da comunidade LGBTQIA+.

De acordo com as informações do portal de notícias online, ‘G1’, o caso aconteceu na noite da última quarta-feira (30), na cidade de Londrina, localizada no interior do estado do Paraná.

Câmeras de segurança instaladas na rua onde o crime aconteceu flagraram o momento em que a transexual é chamada pelo motorista de uma caminhonete, quando ela se aproxima do carro o homem saca a arma e efetua vários disparos.

Ela ainda correu para pedir ajuda, contudo por causa da gravidade dos ferimentos morreu no local. Testemunhas disseram à Polícia Miliar que o homem atirou contra a vítima sem trocar uma palavra com ela e logo em seguida deixou o local.

O homem empreendeu fuga, mas foi localizado por uma guarnição do Batalhão de Choque da Polícia Militar que passou a perseguir o carro do atirador.

Em um certo momento ele perdeu o controle e bateu o carro, ainda de acordo com os agentes de segurança, o homem desceu do carro e começou a atirar contra os policiais que revidaram e o suspeito foi atingido e morreu no local do embate.

Os dois corpos foram recolhidos e encaminhados para o Instituto Médico Legal de Londrina, onde passarão pela perícia. A motivação do crime é desconhecida, a Polícia Civil segue com as investigações do caso.




Fonte: G1

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.