Folha do ES
Dom, 27 de Nov
Receitas cofril

Home   Polícia     Espírito Santo


Polícia flagra ex-prefeito com dinheiro, santinho e dados de eleitores

Polícia flagra ex-prefeito com dinheiro, santinho e dados de eleitores

O suspeito tentou fugir quando percebeu a presença dos policiais, o que levantou a suspeita sobre o homem

  Por redação - HF

  02.outubro.2022 às 18:37

O ex-prefeito James Bel, de Martinópole, no interior do Ceará, foi flagrado em uma situação que pode configurar crime eleitoral: ele foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal com dinheiro, material de campanha e planilhas com dados de eleitores (foto abaixo). O caso aconteceu na manhã deste domingo (2).

De acordo com a assessoria de imprensa da PRF, o suspeito estava dirigindo um carro Toyota/Hilux SW4 e realizou uma manobra brusca de mudança de direção, gerando suspeita de que estaria fugindo de uma possível abordagem. Por esse motivo, o veículo foi abordado.

Os policiais encontraram no interior do carro 16 notas de R$ 20, diversos santinhos de candidatos e planilhas onde constavam informações de eleitores da região como nomes, endereços e anotações sobre candidatos.

Em suas redes sociais, o ex-prefeito, que não é candaditado a nenhum partido nessas eleições, disse que está sofrendo perseguição e postou um vídeo (abaixo) se declarando inocente das acusações. "Não importa o quanto serei perseguido. Estarei sempre firme e forte na luta a favor do povo. Estamos juntos, meus amigos e minhas amigas", escreveu.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), veda a distribuição de santinhos, folhetos, volantes e outros impressos no dia da eleição, o mesmo só poderia ocorrer até 22h de ontem. Por sua vez, a compra de votos, é considerado crime eleitoral e, segundo o artigo 41-A da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) são considerados ilícitos os atos de doar, oferecer, prometer ou entregar, ao eleitor, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza.

A ocorrência foi apresentada ao plantão da Polícia Federal (PF), em Camocim, também no interior do estado, onde foram realizadas oitivas dos policiais, do infrator e a apreensão do material. Tudo será encaminhado à delegacia especializada da PF, onde a ocorrência seguirá seu curso processual.


Fonte: IG Mail

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.