Folha do ES
Sáb, 28 de Mar

Home   Polícia     Mundo


Pistoleira do tráfico morre após troca de tiros

Pistoleira do tráfico morre após troca de tiros

María Guadalupe López Esquivel, de 21 anos, era mais conhecida como “La Catrina”

  Por Redação

  15.janeiro.2020 às 15:58

Integrante do alto escalão de um cartel mexicano, María Guadalupe López Esquivel, de 21 anos, popularmente conhecida como “La Catrina”, foi morta durante troca de tiros com Guarda Naciona e policiais, em Tierra Caliente, no estado de Michoacán.

Ela era conhecida por publicar nas redes sociais fotos ostentando armas, algumas delas de ouro, e exercia funções importantes dentro do esquema do tráfico.

La Catrina, nome referente a uma personagem da cultura popular mexicana, comandava uma equipe de pistoleiros que mataram doze policiais estaduais em uma emboscada realizada em outubro.

Além de assassinatos e sequestros, ela também era a responsável por fazer pagamentos aos homens que trabalhavam como olheiros, também conhecidos como fogueteiros no Brasil.

A mulher fazia parte do Cartel Jalisco Nova Geração , no qual entrou depois de um envolvimento romântico com um dos líderes da organização. Aos poucos ela foi subindo de posições dentro da estrutura e alcançou status de liderança.


Fonte: IG

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.