Folha do ES
Seg, 1 de Mar

Home   Polícia     Mundo


Polícia investiga morte misteriosa de bilionário chinês dos games

Polícia investiga morte misteriosa de bilionário chinês dos games

Lin Qi, de 39 anos, era dono de uma empresa gigante de produção de jogos e estava se aventurando na produção de filmes

  Por Leandro Bettecher

  28.dezembro.2020 às 14:30

Segundo a polícia de Xangai, o bilionário chinês Lin Qi, de 39 anos, morreu envenenado no dia 25 de dezembro na China. Um comunicado policial afirmou que um dos colegas de Lin, identificado apenas como Xu, é o principal suspeito.

Ele era presidente da empresa desenvolvedora de jogos Yoozoo. Acredita-se que ele possuía um patrimônio de cerca de R$ 5,4 bilhões, de acordo com a Hurun China Rich List. As informações são da BBC.

Qi fundou a Yoozoo em 2009 e liderou a empresa com sucesso durante um período em que o mercado passou por várias mudanças devido o crescimento dos dispositivos móveis.

“Adeus, jovem (…) Estaremos juntos, continuaremos a ser gentis, continuaremos a acreditar na bondade e continuaremos a lutar contra tudo o que é mau”, disse a empresa em seu microblog oficial.

Suspeito

De acordo com um comunicado da Yoozoo, Qi estava internado depois que passou mal, mas se encontrava em condição estável. A situação piorou na sexta-feira (25/12), quando foi anunciada a sua morte.

A mídia local acredita que a pessoa sob custódia pode ser Xu Yao, que chefia o braço de produção de filmes da Yoozoo.

A Yoozoo é conhecida principalmente pelo jogo de estratégia Game of Thrones: Winter is Coming. Também é coeditora do jogo de sucesso Brawl Stars, da Supercell.

A empresa também detém os direitos de adaptação cinematográfica do romance de ficção científica O Problema dos Três Corpos, de Liu Cixin.


Fonte: Metrópoles

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2021 Folha do ES. Todos os direitos reservados.