Folha do ES
Sex, 1 de Jul

Home   Geral     Espírito Santo


Sobrevivente de desabamento diz que cadela da família morreu perto dela: 'ficou soterrada também'

Sobrevivente de desabamento diz que cadela da família morreu perto dela: 'ficou soterrada também'

Larissa Morassuti foi a única sobrevivente do desabamento de um prédio de três andares ocorrido em Vila Velha, no dia 21 de abril. Pai, irmã e sobrinha dela morreram soterrados.

  Por Redação

  13.maio.2022 às 15:17

Além de provocar a morte de três pessoas, o desabamento de um prédio de três andares, ocorrido no dia 21 de abril no bairro Cristóvão Colombo, em Vila Velha, na Grande Vitória, também matou a cadela da família.

Segundo a doceira Larissa Morassuti, de 36 anos, única sobrevivente da tragédia, Lady Mary, como era chamado o animal, estava ao lado dela e também foi soterrada.

"Lady Mary, obviamente muito fiel, na hora do acidente estava deitada perto de mim. Ficou soterrada também e eu ouvi o choro dela todo tempo. Ela completaria dois anos dia 19 de setembro", disse Larissa em suas redes sociais.

Após o desabamento, Larissa ficou internada por cerca de uma semana até receber alta do hospital, no dia 27 de abril. Camila Morassuti, Sabrina Morassuti e Eduardo Cardoso, que são irmã, sobrinha e pai de Larissa, respectivamente, morreram em meio aos escombros.

Pelas redes sociais, a doceira falou sobre a tragédia, lembrando dos familiares e também da mascote da casa, a cocker spaniel de pouco mais de um ano que, segundo ela, era "inteligente, manhosa e parecia um neném de tanto dengo".

"Era minha cocker, apaixonada pelo meu pai. Ela chorava de ansiedade quando ele começava a subir a escada, mas ela era muito inteligente e sabia que precisava aguardar o vovô subir a escada pra depois pular nele. Ela deitava no pé de papai enquanto eu e ele batíamos papo na mesa tomando café. Eu e papai ficávamos horas conversando. E eu precisava disputar a atenção dele com a Lady, que queria o carinho dele o tempo todo", lembrou Larissa.

Além de Lady Mary, a família tinha outro animação de estimação. A calopsita, que também pertencia à Larissa Morassuti, ressurgiu dos escombros e foi resgatada e acolhida por uma vizinha.

"Eu estava dando uma voltinha e o rapaz da Guarda falou 'olha lá, uma calopsita’. Quando eu olhei, falei que era da Larissa, que a dela é igualzinha a minha. Quero devolver para Larissa, ela tinha amor pela bichinha", contou a vizinha na época.

Fonte: G1

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2022 Folha do ES. Todos os direitos reservados.