Folha do ES
Qua, 5 de Ago
30 anos da FOLHA DO ES

Home   Judiciário     Brasil


Secretário exonerado por suspeita de fraude ganha cargo especial no governo Witzel

Secretário exonerado por suspeita de fraude ganha cargo especial no governo Witzel

Ele é tido como homem de confiança do governador do Rio

  Por João Paulo Rosa

  19.maio.2020 às 08:17Atualizado em 19.maio.2020 às 08:53

Edmar Santos, secretário de Saúde exonerado neste domingo (17), pelo governador Wilson Witzel, foi nomeado para um cargo especial, nesta segunda-feira (18). O governo do Rio de Janeiro é investigado por superfaturamento na compra de produtos hospitalares.

A nomeação de Santos apareceu em edição extra do Diário Oficial do Estado. Agora, Edmar será secretário Extraordinário de Acompanhamento das Ações Governamentais Integradas da Covid-19, no Rio.

O cargo não existia e segundo a CNN Brasil só foi criado para abrigar o ex-secretário, que é tido como homem de confiança de Wilson Witzel.

Já segundo o Globo, Edmar foi afastado do cargo, segundo o próprio governo divulgou em nota, “por falhas na gestão de infraestrutura dos hospitais de campanha para atender as vítimas da Covid-19". A nota foi uma tentativa de encobrir e suavizar fatos graves que ocorriam na Secretaria de Saúde.


Fonte: topmídia

Comentários Facebook


Facebook


Newsletter


Inscreva-se no boletim informativo da Folha do ES para obter suas atualizações e novidades semanais diretamente em seu e-mail.

© 2020 Folha do ES. Todos os direitos reservados.